Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

Susto durante assalto faz deficiente físico largar muleta e sair correndo, na PB

,
"Eu larguei a muleta e tive que correr, mas cai. Um tiro acertou o portão da igreja aqui bem perto de onde eu estava", conta um deficiente físico que presenciou um assalto e uma troca de tiros na manhã desta quinta-feira (29), na Capital. O homem não quis se identificar, mas relatou que estava em um fiteiro na esquina da Rua Souza Rangel com a Avenida Dois de Fevereiro, no bairro do Rangel, onde o crime aconteceu.

De acordo com a Polícia Militar, o assalto aconteceu quando Gleidson Lopes de Oliveira, de 20 anos, que estava com a tia, parou a moto no semáforo e foram abordados por assaltantes. Um policial a paisana que passava no local reagiu. Houve troca de tiros e o motociclista foi atingido na mão. 

"Fomos solicitados por que houve um assalto aqui no cruzamento da Souza Rangel e quando chegamos aqui soubemos que houve uma troca de tiros. Mesmo assim, o meliante conseguiu fugir levando a motocicleta Bros Vermelha", relata o Tenente Raniery, da Polícia Militar.

A polícia não conseguiu localizar os suspeitos. Gleidson Lopes foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Trauma da Capital, onde passou por atendimento e o estado de saúde dele é considerado regular. A tia de Gleison e o deficiente que testemunharam o assalto não ficaram feridos. 

Da Redação
Com Jornal da Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Justiça bloqueia contas de prefeitura para pagar salário de servidores na PB

,
O Tribunal de Justiça da Paraíba aprovou um pedido de liminar determinando o bloqueio de contas da Prefeitura Municipal de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, para garantir o pagamento de salários atrasados dos servidores públicos da educação e saúde. O documento foi assinado pelo juiz Gustavo Procópio Bandeira, da 5ª Vara Mista de Santa Rita, e deferido após um mandado de segurança ser impetrado pelo Sindicato dos Funcionários Públicos do município (Sinfesa) impetrar um mandado de segurança coletivo.

Na liminar, o juiz determina o bloqueio de até 60% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) que deve ser usado exclusivamente para pagamento dos salários dos servidores da educação, além de 54% dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e SUS, para serem usados no pagamento dos servidores da saúde.

Segundo o processo, os servidores estão sem receber o salário do mês de dezembro de 2014 mesmo apos o Sinfesa ter buscado diálogo com o prefeito do município. O sindicado alega que no início do ano foi emitido um ofício conjunto das secretarias de Finanças e Administração e do representante do Ministério Público informando que o pagamento seria efetuado no dia 12 de janeiro, mas até a impetração do mandado de segurança, no dia 14 de janeiro, os salários não haviam sido pagos.

O procurador geral do município, Onaldo Rocha de Queiroga Filho, informou que o município passou por instabilidade política, na qual o atual gestor ficou oito meses afastado do cargo. “Neste período, o prefeito que estava em exercío atrasou quatro meses de salário destes servidores. Três destes meses já foram regularizados agora em janeiro, inclusive também o 13º salário. Apenas dezembro que estamos regularizando”, disse.

O prefeito Reginaldo Pereira (PRP) explicou que a prefeitura vai recorrer da decisão do juiz e que ficou surpreso com a determinação, uma vez que já estava negociando com o sindicato o pagamento atrasado dos servidores de forma parcelada.

Da Redação
Com G1 Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Juarez Távora e outros 5 municipios podem perder recursos da merenda escolar

,
Os municípios de Areial, Catingueira, Condado, Juarez Távora, Pocinhos e São José do Umbuzeiro estão com o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) vencido desde dezembro de 2014, de acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os municípios deverão regularizar o convênio com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), para não perder recursos da merenda escolar.

Segundo o FNDE, os conselhos dos municípios de Caldas Brandão, Carrapateira, Casserengue, Desterro, Igaracy, Itaporanga, Quixaba, Riacho dos Cavalos e Santa Cecília estão para vencer até o mês de fevereiro e devem ser regularizados a fim de evitar suspensão dos recursos financeiros.

O CAE acompanha e exerce o controle social sobre o recebimento e aplicação dos recursos transferidos aos estados, municípios e Distrito Federal, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Segundo a secretária de educação do município de Juarez Távora, Lays da Silva Gomes: "toda documentação para renovação do convênio para merenda escolar já foi enviada pelo conselho municipal ao FNDE, neste sentido o município receberá a homologação nos próximos dias". 

Da Redação
Com Blog do Gordinho
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Falta de sinalização causa grave acidente em distrito de Alagoa Grande, na PB

,
Na madrugada desta quarta-feira (28) por volta das 3:40hrs, houve um grave acidente na rodovia PB 075, na entrada de Canafístula, onde um caminhão pipa de placas KLR 7631 (sentido Guarabira), que era guiado pelo motorista Fabio dos Santos colidiu  com uma camioneta Hyundai de placas KGU 9133 (sentido Alagoa Grande), o qual  ficou com a frente totalmente destruída, deixando o motorista Marcio Antonio preso as ferragens, com a perna esquerda bastante machucada. 

os Bombeiros compareceram ao local e conseguiram retirar a vitima do veiculo, que foi socorrida pelo  Serviço de Atendimento Movél de Urgência (SAMU) de Alagoa Grande para o hospital de trauma de Campina Grande.
     
Segundo o motorista do caminhão pipa, a falta de  sinalização na lombada, fez que o mesmo perdesse o controle do veiculo. De acordo com os moradores do local ao longo do dia houveram vários casos de motorista que quase se acidentaram devido a falta de sinalização na lombada.    . 

O requerimento feito pelo vereador Marcelo de Canafístula, onde solicitou através de requerimento na Câmara, para que o DER-PB, construísse um redutor de velocidade na Rodovia PB 075, nas proximidades do Conjunto Novo do distrito de Canafístula de Alagoa Grande. 


Da Redação
Com Portal de Júlio
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Bandidos explodem caixa eletrônico e fogem atirando para o alto em Mogeiro, na PB

,
Um grupo formado por cerca de seis homens explodiu um posto de autoatendimento do banco Bradesco na cidade de Mogeiro, no Agreste do estado. A explosão ocorreu na madrugada desta quinta-feira (29).

Segundo informações do 8º Batalhão, os suspeitos chegaram efetuando tiros para o alto na tentativa de assustar a população. Logo em seguida, os assaltantes explodiram um caixa eletrônico. O valor levado não foi informado.

Ainda de acordo com o 8º BPM, os criminosos fugiram em uma caminhonete sem deixar pistas. O grupo jogou grampos na pista para dificultar a perseguição. Rondas foram efetuas nas cidades vizinhas, mas até às 8h ninguém tinha sido preso.

Da Redação
Com Portal Correio
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Polícias recuperam 1.239 veículos roubados ou furtados na Paraíba em 2014

,
O enfrentamento aos crimes contra o patrimônio teve como resultado a recuperação de 1.239 veículos roubados ou furtados na Paraíba no ano passado. As ações foram realizadas pelas Polícias Civil e Militar e registradas pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), segundo a qual foram devolvidos aos proprietários mais de 50% de bens subtraídos em crimes desse tipo no Estado.

De acordo com relatório da delegacia, em 2014 foram recuperadas 824 motocicletas, 347 automóveis, 14 caminhões, 49 utilitários e cinco reboques. O delegado Getúlio Machado, titular da delegacia que fica em João Pessoa, destaca que as investigações acontecem de forma qualificada, com equipes distribuídas nas ruas e presença especialmente em lugares que podem servir como pontos de receptação desses veículos.

A DRFVC é responsável por incluir no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) os dados de roubos e furtos na Paraíba. “É preciso esclarecer que o registro do Boletim de Ocorrência pode ser feito em qualquer delegacia do Estado, que comunica de imediato para a delegacia especializada, já que o trabalho é realizado em regime de plantão”, explicou a autoridade policial.

A Polícia Militar também realiza diariamente abordagens aos veículos suspeitos e monta blitzen em pontos estratégicos. As ações são intensificadas com as atividades do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que além da fiscalização dos documentos e equipamentos de segurança nos carros e motos faz buscas em sistemas de informação para saber se não há queixas de roubos ou furtos nos veículos parados.

“É um trabalho continuo, que atende também as rodovias estaduais com a Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, para garantir a segurança tanto na prevenção quanto na repressão, a exemplo da recuperação de veículos roubados”, destacou o comandante do Batalhão de Policiamento de Trânsito, tenente-coronel Almeida Martins.

Qualquer cidadão pode denunciar a prática de crimes, localização de autores e veículos subtraídos por meio do telefone 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds). A ligação é gratuita e o sigilo do denunciante é garantido.

Da Redação
Com Portal Mídia
Continue lendo >> Deixe seu comentário

MPPB entra com 134 ações contra crimes de sonegação fiscal

,
A Promotoria de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária ingressou com 134 ações judiciais para apurar crimes de sonegação fiscal na Paraíba. As ações resultaram de procedimentos de investigação criminal nos quais ficou caracterizada a prática do crime. No entanto, a quantidade de processos de investigação é ainda maior. Ao todo, a Promotoria instaurou 464 procedimentos de investigação criminal no Estado durante o ano de 2014 e conseguiu recuperar um montante de aproximadamente R$ 10 milhões que haviam sido sonegados.

De acordo com o Ministério Público da Paraíba (MPPB), não é possível mensurar quanto se perde para a sonegação fiscal na Paraíba. Somente em três operações deflagradas no ano passado foram constatadas sonegações no valor de R$ 47.819.958,39. Na primeira operação foi identificada uma sonegação de R$ 214.168,82; na segunda operação foi constatada uma sonegação de R$ 39.605.789,57 (operação 'Gourmet'); enquanto a terceira apurou-se um 'rombo' de R$ 8 milhões (operação 'Windows').

Paralelo às operações, a Promotoria ofereceu 14 denúncias à Justiça contra uma única empresa por crime de sonegação fiscal que chegou à cifra de R$ 50 milhões.

Para ampliar a capacidade do MPPB no enfrentamento aos crimes de sonegação fiscal, o órgão criou na Promotoria de Justiça Criminal de João Pessoa o cargo de 2º promotor de Justiça dos Crimes Contra a Ordem Tributária, com atuação em todo o Estado.

Apesar do cargo ter sido criado pela lei estadual 10.418, publicada na edição do dia 13 de janeiro do Diário Oficial do Estado, o procurador-geral de Justiça ainda deve publicar edital para preencher o cargo. A mesma lei criou também na estrutura do MPPB o cargo de promotor de Justiça de Tutela Coletiva do Sistema Prisional e Direitos Humanos. O secretário geral do MP, promotor Carlos Romero, explicou que os cargos podem ser preenchidos por promoção ou remoção.

Segundo ele, a partir da aprovação do projeto pelo Conselho Superior do MPPB, o procurador-geral publica edital de remoção para preenchimento dos cargos. Neste caso, podem concorrer apenas os promotores de 3ª entrância, que são os que atuam em João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e Campina Grande. Caso não haja inscrições para as vagas, o procurador-geral então publica edital de promoção, no qual podem concorrer os promotores de 2ª entrância.

O 2º promotor de Crimes Contra a Ordem Tributária terá atribuições plenas apenas na capital, enquanto nas demais promotorias do Estado sua atuação vai ficar limitada à fase de investigação, cabendo ao promotor de Justiça local ajuizar ações para ressarcir o erário. O 1º promotor de Justiça dos Crimes Contra a Ordem Tributária, cargo já existente no MPPB, fica com a atribuição de investigar crimes de sonegação fiscal contra o Estado ocorridos na capital, Bayeux, Cabedelo e Santa Rita, contudo suas atribuições se limitam à fase de investigação.
“O Ministério Público tem desenvolvido um trabalho importante nessa área, inclusive na fase extrajudicial, mediando conflitos e impasses entre a Receita estadual e os devedores de tributos. Essa parceria com a Receita cresceu muito e apenas uma Promotoria não estava dando conta da grande demanda de serviços. Então houve essa ampliação”, explicou Carlos Romero.

Conforme balanço emitido pela Promotoria, em 2014 foram expedidos 27 mandados de busca e apreensão e dois de prisão, solicitado a quebra de quatro sigilos fiscais e ainda foram instaurados 70 inquéritos policiais.

Da Redação
Com Jornal da Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Mikeias | Powered by MK Templates