Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

MEC atribui nível 'insuficiente' a curso de medicina da UFCG em Cajazeiras

,
 O curso de medicina da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) foi avaliado como "insuficiente" pelo Ministério da Educação (MEC). Os conceitos de universidades e cursos de graduação foram publicados nesta quinta-feira (18) no Diário Oficial da União. A avaliação aponta que medicina obteve nota 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC), em uma escala de 1 a 5. Na avaliação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), o curso recebeu nota 3.

Segundo o diretor de centro no campus de Cajazeiras da UFCG, Antônio Fernandes, o curso é recente e ainda não conta com hospital universitário, o que prejudica a nota do MEC. As aulas práticas acontecem no Hospital Regional de Cajazeiras e a construção do hospital universitário está planejada para começar em 2015.

 Cursos com conceitos 1 ou 2 estão sujeitos a medidas administrativas, entre elas a suspensão da abertura de novas vagas por meio de processos seletivos. Ou seja, a universidade pode fazer vestibular em geral, mas não pode ofertar vagas no processo seletivo em cursos que foram suspensos.

Os demais cursos de medicina em faculdades públicas da Paraíba obtiveram notas consideradas satisfatórias. A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) recebeu o maior conceito. A avaliação do Enade foi 4 e o CPC também 4, para o curso de medicina. A nota do curso da UFCG em Campina Grande foi 4 para o Enade e 3 para o CPC.

Os cursos particulares da Faculdade de Medicina Nova Esperança e da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba, ambas localizadas em João Pessoa, receberam as mesmas avaliações 2 para o Enade e 3 para o CPC. Os conceitos também foram os mesmos obtidos pelo curso de medicina da Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande.

No total, foram avaliados 154 cursos de medicina no país. O cálculo do CPC inclui a nota do curso de cada instituição no Enade aplicado no ano passado.

Entenda a avaliação

O CPC avalia os cursos superiores. Ele é obtido no ano seguinte ao da realização do Enade de cada área, com base na avaliação de desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais itens. O índice varia entre 1 e 5. O MEC considera insuficiente qualquer conceito com notas 1 e 2.

A composição da nota tem três pesos: 55% corresponde ao desempenho dos estudantes concluintes do curso no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), 30% equivale à titulação dos professores e ao seu regime laboral, e 15% da nota é composta dos índices de infra-estrutura e organização didático-pedagógica da instituição.

Da Redação
Com G1 Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Consumidor vai pagar mais por energia elétrica a partir de janeiro

,
A tarifa de energia elétrica deverá ficar mais cara para o consumidor no primeiro mês de 2015, anunciou nesta quinta-feira (18) o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Fonseca Leite. A medida faz parte do sistema de bandeiras tarifárias, que repassa mensalmente os custos das distribuidoras com o uso de termelétricas e que entra em vigor a partir de janeiro próximo.

"Nessa previsão, a bandeira já chega vermelha porque os reservatórios das hidrelétricas ainda estão em processo de enchimento", disse. A bandeira vermelha significa que os custos com geração de energia estão mais altos e que, por isso, haverá um acréscimo de R$ 3 para cada 100 killowats-hora consumidos. No entanto, o sistema não deverá resultar em custo extra para os consumidores, porque atualmente os gastos que as distribuidoras têm com a compra de energia de termelétricas já são incluídos nas tarifas de energia, só que isso é feito anualmente.

Fonseca disse ainda que as distribuidoras devem apresentar à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) os pedidos de revisão extraordinária de tarifas na primeira semana de janeiro de 2015, por causa dos gastos extras que elas tiveram com a compra de energia de termelétricas em 2014. "Em reunião, a Aneel se comprometeu a analisar os pedidos de revisão [das empresas] já na primeira semana do ano que vem, e calcular os valores individualmente", concluiu.

A cobrança pelo sistema de bandeiras tarifárias vai ser dividida por subsistemas, o que quer dizer que os consumidores de estados do Sul podem pagar um valor diferente daqueles que moram mais ao Norte do país. No entanto, a bandeira aplicada mensalmente será a mesma para todos os consumidores de um mesmo subsistema. Ou seja, ainda que uma pessoa de determinada região economize mais que as outras do mesmo subsistema, o valor cobrado será igual.

"Como vai ser avaliada a capacidade de produção daquele determinado subsistema, as bandeiras serão iguais para os moradores daquela região. Além disso, pode ser que no Sul do país a geração de energia hidrelétrica seja maior que no Norte, o que não resulta em uma mesma cobrança para todo o país naquele mês", esclareceu Fonseca. A medida, segundo ele, pode ser chamada de realismo tarifário, "porque permite ao consumidor um uso mais eficaz e consciente da energia, já que ele vai ter noção da situação dos reservatórios [de água]".

Da Redação
Com Portal Correio
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Diário Oficial da União traz nomeação de Vital como novo ministro do TCU

,
O Diário Oficial da União desta sexta-feira (19) trouxe a nomeação de Vital do Rego Filho como novo ministro do Tribunal de Contas da União. O ato foi assinado nessa quinta-feira (18) pela presidente Dilma Rousseff depois do nome dele ter sido homologado pelo Congresso Nacional na semana passada.

A Câmara dos Deputados havia aprovado a indicação do peemedebista para vaga de ministro no dia 9 deste mês. Ele contou com o voto favorável de 313 deputados, oito contra e mais oito abstenções. O cargo de ministro do TCU é vitalício, mas obedece ao limite de aposentadoria do serviço público (70 anos).

Na sexta-feira (12), ele comentou a indicação pelo Congresso Nacional e disse que esse será um novo desafio em sua vida pública. “É mais uma missão que o parlamento brasileiro me confia. Entendo que posso ajudar, como ministro do TCU o exercício do controle externo junto ao poder legislativo. Acredito que podemos ter um tribunal de contas célere com excelente corpo técnico, direcionando o foco para a boa governança junto aos desafios para um Brasil mais competitivo e justo. A transparência, princípio que congrega todos os outros, será a ferramenta que motivará o cidadão a participar das avaliações das contas públicas”, declarou.

Com a nomeação pela presidente da República, Vital deixa imediatamente o mandato de senador. O empresário Raimundo Lira, primeiro suplente, é quem assume o lugar de Vitalzinho no Senado. O ex-vereador pessoense Tavinho Santos passa a ser o primeiro suplente. Lira toma posse como senador às 14h desta quarta e volta ao mandato 28 anos depois de um primeiro mandato, quando foi eleito pelo PMDB. 

Atuação
Vital do Rêgo está em seu primeiro mandato no Senado Federal. Ele é o presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras e da CPI do Senado que também investiga a estatal. Atualmente, também é corregedor do Senado.

Natural de Campina Grande (PB), Vital do Rêgo é filho do ex-deputado federal Antônio Vital do Rêgo e da atual deputada federal Nilda Gondim (PMDB-PB).

Ele é formado em Direito pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Começou sua carreira parlamentar como vereador em 1988, passando a deputado estadual de 1994 a 2006, quando se elegeu deputado federal.

Da Redação
Com Portal Correio
Continue lendo >> Deixe seu comentário

PRE pede mais uma vez cassação do governador Ricardo Coutinho na PB

,
Em mais um processo, a Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba (PRE-PB) pede a cassação do governador reeleito Ricardo Coutinho, em ação ajuizada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) nesta quarta-feira (17). Segundo o Ministério Público, houve conduta vedada pelo uso indevido de prestadores de serviço durante a campanha eleitoral deste ano.

 Na própria quarta-feira, a PRE já tinha protocolado uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) por abuso de poder político e econômico nas Eleições de 2014.

O coordenador jurídico da coligação 'A Força do Trabalho', Fábio Brito, informou que não foi notificado da decisão. "Não conheço o teor da peça ainda, vou aguardar ciência para poder tomar as providências da defesa", frisou.

O pedido envolve ainda a vice-governadora eleita Lígia Feliciano e a gerente da 3ª região de ensino, da Secretaria de Estado da Educação, Francisca Henriques. Segundo a PRE-PB, a gestora da educação "conclamou prestadores de serviço a apoiarem reeleição do então candidato a governador, a fim de garantir manutenção dos empregos".

A representação alega que está configurada a prática de conduta vedada pela legislação eleitoral, consistente no uso de servidor ou empregado da administração pública em atividades para campanha eleitoral durante o horário de expediente normal.

Segundo a PRE-PB, os fatos revelam o uso da estrutura do governo da Paraíba em benefício da reeleição do atual governador, com a participação de seus representantes. As investigações foram iniciadas a partir de denúncia feita pela Coligação 'A Vontade do Povo'.

Para o procurador eleitoral Rodolfo Alves Silva, "sem dúvida alguma, conduta como a ora descrita tende a afetar a igualdade de oportunidades entre os candidatos no pleito eleitoral, especialmente por ter sido realizada em evento no mês de outubro, durante a campanha eleitoral. A situação de ilícita vantagem em relação aos demais concorrentes ao pleito é, pois, evidente".

Da Redação
Com G1 Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Tarifa de água pode ser reajustada em 9,9% para 2015 na Paraíba, diz Cagepa

,
A conta de água deve ficar mais cara a partir de janeiro de 2015 na Paraíba. O presidente da Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Deusdete Queiroga, anunciou na quinta-feira (18) que o reajuste proposto pela Cagepa foi de 9,9% na tarifa de água. A proposta de aumento foi encaminhada para a Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), que vai decidir se o percentual pedido pela companhia é justa.

O aumento proposto pela Cagepa é resultado de cálculos de três índices de inflação no acumulado de 14 meses e o período de inflação futuro de dezembro deste ano e de janeiro de 2015. No ano passado, o reajuste da tarifa da água foi menor que o pedido pela Cagepa e ficou em 8,67%.

Na Paraíba, segundo o assessor de Planejamento e Gestão da Cagepa, Ricardo Benevides, 65% dos clientes se enquadram no parâmetro de até 10 mil litros de consumo ao mês. Caso o pedido da Cagepa seja aceito, a conta da água para quem consome essa quantidade passará de R$ 24,49 para R$ 26,93, um aumento de R$ 2,44, fora o pagamento do esgoto, que é outra taxa complementar da conta de água.

Para o presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, o aumento da tarifa foi justificado para cobrir os custos de manutenção e operação da companhia. “O estudo leva em conta a previsão de custos e de faturamento da empresa para os próximos doze meses”, comentou.

Da Redação
Com G1 Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Polícia Federal confirma vazamento do tema da prova de redação do Enem 2014

,
O delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Superintendência da Polícia Federal (PF) no Piauí, Alexandre Uchôa, confirmou que houve vazamento do tema da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 para estudantes piauienses.

A Superintendência da Polícia Federal do Piauí investiga desde o dia 13 de novembro denúncia do estudante piauiense Jomásio Barros, de 17 anos, que postou em sua conta no Facebook fotografia de seu telefone celular, que recebeu, através do WhatsApp uma imagem contendo o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio, a “Publicidade Infantil no Mundo”, 10h47 (11h47 no horário de verão e de Brasília), antes do início das provas.

Jomásio Barros prestou queixa na Polícia Federal e se disse indignado com o vazamento. No dia, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, informou em nota que não existia qualquer indício de que o tema tenha vazado, mas reforçou que a denúncia será apurada com rigor. Outros dois estudantes do Piauí também disseram que receberam a mesma imagem com o tema da redação.
Segundo Barros, a imagem foi enviada por meio do aplicativo Whatsapp às 10h47 do domingo, uma hora e 13 minutos antes da aplicação do teste no Piauí. O jovem decidiu gravar um vídeo denunciando o ocorrido e compartilhá-lo na internet. Ele fez as provas do Enem no Colégio Machado de Assis, em Picos, no sul do Piauí.
Uchôa declarou que a perícia feita pela Polícia Federal no telefone celular do estudante Jomásio Barros confirmou o vazamento do tema da redação porque ele recebeu a fotografia da prova com o assunto, poucos minutos antes de entrar no local de aplicação das provas.

- Fizemos a perícia, que confirmou que ele recebeu a fotografia da prova com o tema da redação pouvcos minutos antes da prova.“Estamos continuando as investigações. A dificuldade de investigar o Enem está justamente em você identificar de quem passou para quem. Ainda estamos tentando ouvir algumas pessoas. A dificuldade é identificar quem passou primeiro porque a circulação no WhatsApp é muito rápida, mas vamos tentar fazer essa cadeia reversa, mas ainda estamos tentando e fazendo algumas diligências – declarou o delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal no Piauí.

Segundo ele, foram identificados mais dois estudantes que receberam no mesmo horário a imagem com o tema da prova de redação do Enem 2015.

- Funciona assim: eu passo para ti, recebi de outro. Também tiveram outros casos isolados – acrescentou Alexandre Uchôa.

Ele declarou que o vazamento do tema da prova da redação do Enem no Piauí não tem relação com as fraudes registradas neste ano no Ceará e na Paraíba, que foram casos de cola, por ponto eletrônico, de pessoas que fizeram a prova com antecedência e uma quadrilha repassou o gabarito em troca de dinheiro pago pelos candidatos.

- No Ceará foi caso de ponto eletrônico e o caso do Piauí ainda não tem ligação com o da Paraíba, mas ainda estamos investigando – falou.

O delegado Alexandre Uchôa afirmou que realmente houve vazamento do tema da redação do Enem, mas isso ocorreu já nos locais de aplicação das provas e não houve furto da prova de redação em uma gráfica ou empresa de transporte, o que tornaria o caso mais grave.

- Tecnicamente, o vazamento existiu, a perícia constatou que ele recebeu em seu celular o tema da prova antes do horário. Ele recebeu a foto minutos antes. Não foi vazamento da prova ter saído da gráfica, o vazamento pode ter ocorrido no local de aplicação das provas, mas a gente não tem ainda como comprovar o início do vazamento, mas foi poucos minutos antes das provas. Não quer dizer que vazou um dia antes, que a prova saiu da gráfica, não tenho nenhum elemento para dizer isso – falou o delegado federal.
 
Da Redação
Com G1
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Vice diretor é assassinado dentro de escola pública de Mamanguape-PB

,
Mais um crime bárbaro, ocorrido dentro de uma unidade escolar da Paraíba, chamou a atenção na tarde desta quarta-feira (17). O vice diretor da escola João Felinto Filho foi surpreendido no interior da Escola Estadual Antonio Pinto Barbalho, localizada no Distrito de Pitanga da Estrada, no município de Mamanguape.

De acordo com as informações repassadas para a polícia, um jovem invadiu a escola no horário das aulas e se dirigiu até o Pastor Felinto, como era conhecido o professor. Após efetuar vários disparos de arma de fogo, o acusado saiu em disparada, tomando destino ignorado. Pastor Felinto foi atingido nas costas e na cabeça, e morreu no local.

De acordo com as informações repassadas por colegas de trabalho, o vice diretor combatia com firmeza o tráfico de drogas dentro da escola, o que pode ter deixado algum traficante insatisfeito.

“O professor suspendeu um aluno que é familiar de um dos principais traficantes do local. Estamos investigando. Possivelmente, ao saber da suspensão, o traficante foi à escola e disparou contra a vítima”. Afirmou Alberto Filho, comandante da CIA da Polícia Militar de Mamanguape.

Da Redação
Com Portal Midia
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Mikeias | Powered by MK Templates