Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

TCE intima prefeita de Juarez Távora a apresentar defesa em prestação de contas de 2017

,

TCE intima 19 gestores a apresentarem defesa em relatório prévio da prestação de contas de 2017

O Diário Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) trouxe, nesta sexta-feira (23), a intimação para que gestores de cinco Prefeituras, onze Câmara Municipais, PBTur, Sudema e Procuradoria Geral do Estado apresentem defesa do relatório de Prestação de Contas Anual (PCA) de 2017. As informações devem ser encaminhadas até o dia 31 de março junto com a apresentação da respectiva PCA.

A intimação foi direcionada aos gestores das Prefeituras de Catolé do Rocha (Leomar Benício Maia), Guarabira (Zenóbio Toscano), Juarez Távora (Maria Ana Farias dos Santos), Mamanguape (Maria Eunice do Nascimento) e Rio Tinto (José Fernandes Gorgonho). Além das Câmaras de Bonito de Santa Fé (José Devanio Oliveira da Silva), Caiçara (Arlete Maria Cunha Pessoa), Mamanguape (João Ferreira da Silva Filho), Monte Horebe (José Soares de Sousa), Nova Palmeira (Sebastião Hugo Dantas), Pocinhos (Jorge Alberto de Souza), Riachão do Bacamarte (Zulania Cabral Vita Matos), Santa Helena (Roziva Silva Beserra), São João do Rio do Peixe (Antonio Luiz de Sousa), Triunfo (José Fagner Nóbrega Lisboa) e Umbuzeiro (José Ronaldo Ramos de Oliveira).

Os gestores da PBTur (Ruth Avelino), da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (João Vicente Machado Sobrinho) e da Procuradoria Geral do Estado (Gilberto Carneiro) também foram intimados pelo órgão. O TCE explica que é gerada uma intimação para defesa apenas para o gestor pois este já foi citado no processo de acompanhamento. O procedimento é realizado dentro do processo de acompanhamento e pode ser realizada pelo relator ou seus assessores. Após a convocação os processos devem ser tramitados de volta à Auditoria para aguardar a entrega da Prestação de Contas Anual.

Da Redação
Com Diário do TCE PB
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Agricultores do município de Juarez Távora comemoram chegada das chuvas, na PB

,


A última semana foi de fortes chuvas em quase todo território paraibano, em especial na região da Zona da Mata. Dados da Agência Paraíbana de Águas (AESA) registraram a maior chuva dos últimos anos. Água suficiente para reforçar os mananciais, abarrotar barreiros e barragens, fazer transbordar lagos. Mas, mesmo com recorrentes chuvas, os pequenos agricultores enfrentam dificuldades para armazenar água.

Por enquanto, os/as agricultores/as só comemoram as chuvas. O novo plantio deu espaço ao antigo, os agricultores já começaram a preparar os roçados para o plantio do milho e feijão e já esperam aparecer verdinhos no roçado nos próximos dias. Desta forma, resistem às dificuldades e lutam pela produção de seus alimentos.

Da Redação
Com Juarez em Foco
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Município de Juarez Távora e outros municípios voltam a respeitar limite de gastos com pessoal

,


O Tribunal de Contas do Estado (TCE) da Paraíba divulgou um levantamento para lá de preocupante. Os dados mostram a farra das contratações de apadrinhados nas prefeituras. Os números, tendo como base nos balancetes repassados pelos próprios gestores, mostram gasto superior ao legal em pelo menos 20 municípios paraibanos. A situação é mais crítica em Areia, conde há o comprometimento de 65,8% da Receita Corrente Líquida com a folha de pessoal. A legislação proíbe que cada um dos municípios (contando Executivo e Legislativo) gastem além de 60% da Receita Corrente Líquida (RCL). A cidade de Juarez Távora aparece na lista com 48,72% abaixo do limite prudencial. Diferentemente de cidades do mesmo porte ou até mesmo de cidades vizinhas.

A lista dos dez mais inclui Areia (65,89%), Itabaiana (65,16%), Bayeux (64,61%), Caaporã (64,57%), Lagoa Seca (63,67%), Pedra Lavrada (63,52%), Cruz do Espírito Santo (63,04%), Pocinhos (62,88%), Cubati (62,12%) e Bananeiras (61,97%). O levantamento do Tribunal de Contas tem como base os dois primeiros quadrimestres de 2017. Ou seja, os dados repassados de janeiro a agosto. Todos já foram auditados.

Em conversa recente com o blog, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, André Carlo Torres, explicou que está em andamento um trabalho de acompanhamento em todas as cidades. “Os municípios que estão extrapolando os gastos com pessoal estão sendo notificados pelo tribunal para regularizar a situação. O prazo para que a situação seja corrigida é dentro do exercício financeiro”, ressaltou o conselheiro. Caso a irregularidade seja mantida, o gestor poderá ter as contas reprovadas pelo órgão de controle e ficar inelegível, caso a condenação seja mantida pela Câmara Municipal. Os municípios irregulares foram notificados a partir do fechamento do primeiro quadrimestre.

Acima do Limite Máximo de 60% SERRA REDONDA 61,58%
Acima do Limite Máximo de 60% SAPE 60,50%
Acima do Limite Máximo de 60% RIO TINTO 61,23%
Acima do Limite Máximo de 60% POCINHOS 62,88%
Acima do Limite Máximo de 60% PIANCO 60,66%
Acima do Limite Máximo de 60% PEDRA LAVRADA 63,52%
Acima do Limite Máximo de 60% NOVA FLORESTA 60,64%
Acima do Limite Máximo de 60% MOGEIRO 61,88%
Acima do Limite Máximo de 60% LUCENA 61,22%
Acima do Limite Máximo de 60% LAGOA SECA 63,67%
Acima do Limite Máximo de 60% ITABAIANA 65,16%
Acima do Limite Máximo de 60% CUBATI 62,12%
Acima do Limite Máximo de 60% CRUZ DO ESPIRITO SANTO 63,04%
Acima do Limite Máximo de 60% CARAUBAS 60,92%
Acima do Limite Máximo de 60% CAJAZEIRAS 61,82%
Acima do Limite Máximo de 60% CAAPORA 64,57%
Acima do Limite Máximo de 60% BAYEUX 64,61%
Acima do Limite Máximo de 60% BANANEIRAS 61,97%
Acima do Limite Máximo de 60% AREIA 65,89%
Acima do Limite Máximo de 60% ARACAGI 60,32%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SOLANEA 59,88%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SERRARIA 59,46%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SERRA BRANCA 57,91%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SAO SEBASTIAO DO UMBUZEIRO 59,72%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SAO JOSE DOS RAMOS 57,88%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SAO BENTO 59,75%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) SANTANA DE MANGUEIRA 57,02%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) PILAR 58,91%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) PATOS 58,31%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) NOVA PALMEIRA 59,34%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) JURIPIRANGA 57,37%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) JERICO 58,01%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) JACARAU 59,29%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) IMACULADA 57,22%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) IGARACY 58,31%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) GURINHEM 59,12%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) GADO BRAVO 58,75%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) FAGUNDES 59,32%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) ESPERANCA 59,91%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) DONA INES 59,79%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) DIAMANTE 58,65%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) DAMIAO 57,59%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) CUITE DE MAMANGUAPE 58,37%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) CUITE 58,07%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) CACIMBA DE DENTRO 57,40%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) CABEDELO 57,81%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) BARRA DE SANTA ROSA 58,04%
Dentro do Limite Prudencial(Entre 57% e 60%) AROEIRAS 57,17%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ZABELE 39,77%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) VISTA SERRANA 48,65%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) VIEIROPOLIS 48,25%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) VARZEA 47,65%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) UMBUZEIRO 56,73%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) UIRAUNA 55,73%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) TRIUNFO 53,05%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) TENORIO 46,08%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) TEIXEIRA 51,43%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) TAVARES 51,49%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) TAPEROA 48,02%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) TACIMA 55,59%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SUME 40,11%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SOUSA 52,07%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SOSSEGO 51,44%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SOLEDADE 56,10%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SOBRADO 42,01%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SERTAOZINHO 48,87%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SERRA GRANDE 50,09%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SERRA DA RAIZ 50,51%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO VICENTE DO SERIDO 53,07%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO SEBASTIAO DE LAGOA DE ROCA 55,92%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO MIGUEL DE TAIPU 40,65%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO MAMEDE 55,59%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DOS CORDEIROS 42,86%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DO SABUGI 48,45%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DO BREJO DO CRUZ 53,28%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DO BONFIM 30,89%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DE PRINCESA 41,14%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DE PIRANHAS 50,31%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DE ESPINHARAS 50,42%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DE CAIANA 47,39%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOSE DA LAGOA TAPADA 49,04%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOAO DO TIGRE 47,90%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOAO DO RIO DO PEIXE 53,42%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO JOAO DO CARIRI 54,88%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO FRANCISCO 43,86%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO DOMINGOS DO CARIRI 42,11%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO DOMINGOS 47,04%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SAO BENTINHO 49,23%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTO ANDRE 41,12%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTANA DOS GARROTES 53,61%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA TEREZINHA 55,17%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA RITA 50,86%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA LUZIA 49,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA INES 46,72%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA HELENA 55,69%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA CRUZ 50,96%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SANTA CECILIA 40,80%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SALGADO DE SAO FELIX 54,48%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) SALGADINHO 47,33%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) RIACHO DOS CAVALOS 51,53%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) RIACHO DE SANTO ANTONIO 54,02%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) RIACHAO DO POCO 54,34%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) RIACHAO DO BACAMARTE 54,84%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) RIACHAO 54,12%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) REMIGIO 55,77%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) QUIXABA 50,81%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) QUEIMADAS 47,82%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PUXINANA 52,88%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PRINCESA ISABEL 49,80%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PRATA 52,87%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) POMBAL 56,74%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) POCO DE JOSE DE MOURA 51,98%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) POCO DANTAS 44,30%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PITIMBU 55,51%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PIRPIRITUBA 48,73%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PILOEZINHOS 45,23%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PILOES 45,62%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PICUI 55,75%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PEDRO REGIS 54,73%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PEDRAS DE FOGO 55,85%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PEDRA BRANCA 44,18%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PAULISTA 52,25%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PASSAGEM 49,58%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) PARARI 43,76%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) OURO VELHO 44,28%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) OLIVEDOS 51,64%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) OLHO D AGUA 55,83%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) NOVA OLINDA 53,26%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) NAZAREZINHO 52,26%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) NATUBA 54,78%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MULUNGU 53,03%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MONTEIRO 49,96%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MONTE HOREBE 47,40%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MONTADAS 52,90%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MATUREIA 54,85%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MATO GROSSO 54,38%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MATINHAS 51,72%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MATARACA 48,36%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MASSARANDUBA 53,42%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MARIZOPOLIS 51,70%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MARI 55,38%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MARCACAO 56,85%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MANAIRA 45,51%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MAMANGUAPE 51,06%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MALTA 47,82%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) MAE D AGUA 48,87%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) LOGRADOURO 45,72%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) LIVRAMENTO 55,61%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) LASTRO 48,70%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) LAGOA DE DENTRO 55,93%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) LAGOA 48,93%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) JURU 56,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) JUNCO DO SERIDO 53,61%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) JUAZEIRINHO 53,96%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) JUAREZ TAVORA 48,72%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) JOCA CLAUDINO 48,65%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) JOAO PESSOA 42,84%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ITATUBA 43,21%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ITAPOROROCA 56,94%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ITAPORANGA 54,77%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) INGA 56,71%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) IBIARA 49,20%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) GURJAO 44,95%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) GUARABIRA 51,46%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) FREI MARTINHO 49,02%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) EMAS 51,89%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) DUAS ESTRADAS 47,53%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) DESTERRO 46,77%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CURRAL VELHO 42,20%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CURRAL DE CIMA 47,51%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CUITEGI 55,72%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) COXIXOLA 42,87%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) COREMAS 45,27%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CONGO 42,43%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CONDE 46,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CONDADO 50,34%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CONCEICAO 50,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CATURITE 56,19%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CATOLE DO ROCHA 53,17%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CATINGUEIRA 50,11%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CASSERENGUE 55,32%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CARRAPATEIRA 56,88%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CAPIM 52,20%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CAMPINA GRANDE 50,70%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CAMALAU 54,30%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CALDAS BRANDAO 55,94%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CAJAZEIRINHAS 55,74%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CAICARA 50,72%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CACIMBAS 49,00%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CACIMBA DE AREIA 50,38%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CACHOEIRA DOS INDIOS 50,19%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) CABACEIRAS 49,31%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BREJO DOS SANTOS 56,03%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BREJO DO CRUZ 48,86%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BORBOREMA 55,47%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BOQUEIRAO 56,85%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BONITO DE SANTA FE 56,60%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BOM SUCESSO 55,77%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BOM JESUS 45,95%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BOA VISTA 51,43%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BOA VENTURA 53,60%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BERNARDINO BATISTA 48,74%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BELEM DO BREJO DO CRUZ 53,78%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BELEM 49,13%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BARRA DE SAO MIGUEL 52,54%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BARRA DE SANTANA 55,61%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BARAUNA 49,44%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) BAIA DA TRAICAO 50,74%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ASSUNCAO 45,99%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) AREIAL 52,25%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) AREIA DE BARAUNAS 43,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ARARUNA 54,55%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ARARA 53,19%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) APARECIDA 53,22%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) AMPARO 50,94%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ALHANDRA 46,86%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ALGODAO DE JANDAIRA 51,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ALCANTIL 49,96%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ALAGOINHA 49,30%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ALAGOA NOVA 54,13%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) ALAGOA GRANDE 56,35%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) AGUIAR 44,92%
Abaixo do Limite Prudencial(Abaixo de 57%) AGUA BRANCA 50,18%

Por ASCOM-PMA 
Com informações do Jornal da Paraiba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Carro capota e deixa cinco pessoas feridas na BR-230, em Juarez Távora

,


Cinco pessoas da mesma família ficaram feridas em um acidente na manhã desta quarta-feira (14), no km 113 da BR-230, próximo a entrada do município de Juarez Távora. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o veículo saiu da pista e capotou após um cochilo do motorista. No momento do acidente, chovia muito no local.

O acidente aconteceu por volta das 5h, próximo a entrada do município de Juarez Távora, no sentido João Pessoa/Campina Grande. Quando os policiais chegaram ao local os passageiros já estavam fora do carro.

No veículo estavam o motorista Djaci dos Santos Silva, de 46 anos, Maria Aparecida Silva dos Santos, de 39 anos, a filha de 16 anos, o namorado de 17 anos e uma criança de seis anos.

A assessoria de impressa do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande informou que o estado de saúde dos cinco feridos é estável.

Da Redação
Com G1PB
Continue lendo >> Deixe seu comentário

MPF investiga denúncias de irregularidades no município de Juarez Távora, na PB

,
MPF apura se gestão fechou núcleo e continuou recebendo recursos do programa. (Foto: Reprodução)

Denúncias de desvios de verbas federais do Núcleo de Apoio da Saúde da Família (NASF) e de medicamentos, bem como na construção de Centro de Comercialização de Artesanato e funcionamento de programa de educação de jovens e contratação de servidor levaram o Ministério Público Federal na Paraíba a abrir inquéritos civis públicos contra seis municípios. Na lista, estão Juarez Távora, Umbuzeiro, Salgado de São Félix, Sumé e Catingueira. Os prefeitos vão ser notificados para apresentação das defesas. Veja abaixo os municípios alvos de investigação.  

Juarez Távora   

No Agreste da Paraíba, o alvo do MPF é a prefeita de Juarez Távora, Maria Ana Farias. O procurador da República Bruno Galvão resolveu converter em inquérito civil “ o Procedimento Preparatório de nº 1.24.001.000046/2017-88, instaurado a partir de denúncia de que a Prefeitura Municipal de Juarez Távora-PB, na gestão da Sra. Maria Ana Farias dos Santos (2013-2016 e 2017-2020) teria demitido, em novembro de 2016, todos os contratados que faziam parte da equipe do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), deixando de prestar à população os serviços, embora continue recebendo os recursos repassados”.  

Umbuzeiro

No Cariri, o procurador da República Bruno Barros de Assunção, instaurou inquérito civil, “ instaurado a partir de Representação formulada pelo Município de Umbuzeiro, em face do ex-prefeito Thiago Pessoa Camelo, do ex-secretário de Finanças, Eudes Antônio de Brito Júnior, e do ex-Secretário de Saúde, Carlos Alberto Leite Aguiar, noticiando que, em virtude da ausência de distribuição adequada, diversos medicamentos adquiridos para atender à farmácia básica encontram-se com prazos de validade vencidos ou imprestáveis para o uso, causando prejuízo ao Erário”. Segundo o integrante do MPF, a instauração do presente inquérito civil deve-se à necessidade de dar continuidade à instrução procedimental, especialmente com o propósito de aguardar a resposta à requisição dirigida ao Município”.  

Sumé   

Ainda no Cariri paraibano, a procuradora da República Janaina Andrade decidiu converter o procedimento preparatório em inquérito civil para investigar supostas irregularidades na execução do convênio nº 31651, firmado entre o Ministério do Turismo e o Município de Sumé para a construção do Centro de Comercialização de Artesanato, no valor de R$ 448 mil.  

Catingueira   

No Sertão paraibano, o Ministério Público Federal resolve instaurar inquérito civil com objetivo de apurar irregularidades na administração dos recursos do Programa de Educação de Jovens e Adultos; PEJA, referente ao exercício de 2014, na gestão de Albino Félix de Sousa Neto, em Catingueira.  

Salgado de São Félix   

No Agreste, o procurador da República Yordan Moreira Delgado baixou uma portaria, convertendo um procedimento preparatório inquérito civil, “instaurado a partir de representação anônima contra a Prefeitura Municipal de Salgado de São Félix, relativamente a suposta fraude em contratação do serviço de fonoaudióloga da Sra. Adriana de Luna Almeida Meira. Yordan notificou Adriana “para comparecer a esta Procuradoria da República com vistas a ser ouvida acerca dos fatos em questão”.  

Teixeira   

No Sertão da Paraíba, Djalma Gusmão Feitosa, procurador da República atuante na PRM Patos, resolveu converter um procedimento preparatório em inquérito civil, “com o objetivo de apurar a ausência de fornecimento de Merenda Escolar no Município de Teixeira.

Da Redação
Com Informações do Jornal da Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Policiais entregam presentes a crianças carentes de Juarez Távora, na PB

,


Policiais do destacamento de Juarez Távora, no Brejo, que integram a 2ª Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), realizaram neste mês de dezembro, a distribuição de presentes às crianças de comunidades carentes da cidade.

Foram contempladas as comunidades de Vila Nova, Morro do Oscar e o Conjunto Sonho Meu, todas em Juarez Távora.

Para o cabo Assis, foi uma oportunidade para mostrar que a polícia está junta da população. “Em todos os momentos a Polícia Militar está próxima da população, também levando solidariedade e demonstrações de amor ao próximo”, disse.

O destacamento conseguiu arrecadar os presentes junto à comerciantes locais, que contribuíram para a realização da ação social nas comunidades, que também contou com apoio do comandante do 4º BPM, tenente-coronel Giberto, e comandante da 2º Companhia, tenente Danilo.

Da Redação
Com cartapb.com
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Prefeitura de Juarez Távora publica portaria autorizando concurso público, na PB

,


Prefeita de Juarez Távora publica portaria com autorização para realização de concurso público. Portaria foi publicada nesta quinta-feira (28) no Diário Oficial do Estado.

A Prefeita Maria Ana Farias dos Santos publicou nesta quinta-feira (28) no Diário Oficial do Estado autorização para abertura de concurso público visando o preenchimento de vagas em todas as secretarias do município. O concurso contempla diversos cargos para os níveis fundamental, médio e superior.

O despacho salienta que as vagas são para substituir os contratos por prazo determinado. O objetivo é aperfeiçoar o trabalho realizado e proporcionar melhor qualidade de atendimento aos usuários do serviço público.

Segue abaixo texto publicado na Portaria nº 100/2017:

PORTARIA Nº 100/2017 Em 28 de Dezembro de 2017 Dispõe sobre a AUTORIZAÇÃO de abertura para Concurso Público e CONSTITUIÇÃO de Comissão Organizadora do Concurso, e dá outras providências. A Prefeita Constitucional do Município de Juarez Távora, no uso de suas atribuições legais. 

RESOLVE:

Art. 1º AUTORIZAR a realização de Concurso Público destinado ao provimento de cargos efetivos do quadro de pessoal da Prefeitura Municipal de Juarez Távora.

Art. 2º O Concurso Público deverá ser realizado por entidade a ser contratada especificamente para este fim; mediante o processo licitatório.

Art. 3º CONSTITUIR Comissão Organizadora do Concurso Público, sob a presidência do primeiro, com a seguinte composição:

a) Maria de Fátima Zenaide de Melo, Matrícula: 435
b) Jositânia Barboza Pontes, Matrícula: 160
c) José da Silva Oliveira, Matrícula: 145

Art. 4º A Comissão ora constituída terá como atribuições:

I. Acompanhar e supervisionar realização do Concurso Público, com poderes para resolver casos omissos no Edital do Concurso, observadas as disposições legais, e para convocar especialistas, se necessário;

II. Adotar todas as providências necessárias, no que se refere aos procedimentos do Concurso, para o bem da Administração Pública; Art. 5º Esta portaria entrará em vigor na data da sua publicação. 

Art. 6º Revogam-se todas as disposições em contrário.

Da Redação
Com Assessoria
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

facebook

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

twitter

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Júlio Santos | Powered by MK Templates