Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

Acidente fatal deixa criança de 6 meses morta na PB 079 em Alagoa Grande, na PB

,
Acidente deixa criança de 6 meses morta e outra de 7 anos com ferimentos graves em Alagoa Grande


Na manha deste sábado último sábado (24), por volta das 09:30, um grave acidente ocorreu na rodovia estadual PB 079, que inteliga os municípios de Alagoa Grande e Juarez Távora, um caminhão e um veículo de colidiram deixando uma criança de 6 meses morta e outra criança de 7 anos em estado grave.

O acidente aconteceu na localidade barreira em Alagoa Grande, que fica as margens da rodovia PB079
.
Matéria em atualização, em breve mais informações sobre o acidente.


Continue lendo >> Deixe seu comentário

Policiais do 4º BPM realizam em Juarez Távora a Operação Cidade Segura

,


Policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizaram, na noite desse sábado (5), em Juarez Távora, a Operação Cidade Segura, com o objetivo de coibir a realização de práticas delituosas.

Na operação, que teve à frente o sargento Paiva, comandante do Destacamento, foram realizadas rondas e abordagens por toda a cidade, incluindo a área urbana e a zona rural, além das estradas que dão acesso à cidade.

Da Redação
Com Nordeste1
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Polícia Militar apreende mulher em ônibus com tabletes de maconha em Juarez Távora, na PB

,
40 kg de maconha que vinham do RJ para Alagoa Grande e Guarabira

Quarenta quilos de maconha foram apreendidos na noite dessa quarta-feira (2) durante uma operação da Polícia Militar nas cidades de Juarez Távora, Alagoa Grande e Guarabira, no Brejo paraibano. Três pessoas foram detidas.

De acordo com o tenente-coronel Gilberto, do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM), a apreensão aconteceu por volta das 22h, durante uma abordagem a um ônibus de turismo na estrada de Juarez Távora. Os 100 tabletes de maconha foram encontrados com uma mulher de 19 anos, que vinha do Rio de Janeiro para deixar a droga em Guarabira. Ela foi presa em flagrante.

A maconha estava escondida entre café e naftalina, tática usada para despistar cães farejadores, informou a polícia. Munições e duas réplicas de pistolas também foram apreendidas.

Na cidade de Guarabira, a PM também prendeu um casal suspeito de receber a encomenda vinda do Rio. Um homem de 45 anos de idade e uma menor de 16 estavam em um veículo Fiesta da cor preta, e nele a PM localizou munições de calibre 38 e duas réplicas de pistola. No carro, também foi encontrado um caderno de contabilidade de tráfico.

Todo material apreendido, drogas, suspeitos presos e a adolescente, foram encaminhados para a Delegacia de Guarabira, onde foram autuados por tráfico de drogas e porte ilegal de munição.

Da Redação
Com Portal do Júlio
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Polícia Civil investigará causa da morte de assaltante agredido por população em Juarez Távora

,
Irlande Mendes da Silva, 18 anos, não resiste aos ferimentos e morre. Foto: Redes Sociais

Após ser detido pela Polícia Militar (PM) após realizar uma sequência de assaltos nas cidades de Ingá e Juarez Távora, Irlande Mendes da Silva, foi levado ao hospital para serem feitos os procedimentos de primeiros-socorros e, posteriormente, encaminhado para a Cadeia Pública da cidade de Alagoa Nova. Detido, o assaltante teve complicações nas lesões decorrentes da queda de uma motocicleta e do linchamento popular. Ao retornar ao hospital, o homem não resistiu aos ferimentos e acabou vindo a óbito na última quarta-feira (18).

Irlande tinha 18 anos e já respondia pelos crimes de tentativa de homicídio, lesão corporal, tráfico de drogas, roubos e diversos outros delitos, conforme denúncia apresentada pelo Ministério Público (MP). Ele chegou a ser internado, mas, após ser posto em liberdade, voltou a praticar crimes.

ENTENDA O CASO

Dois homens realizaram uma série de assaltos nas cidades de Ingá e Juarez Távora, no Agreste paraibano, na noite desta terça-feira (17). No município de Ingá, os criminosos assaltaram o Mercado Público e tentaram roubar um posto de gasolina. A guarnição A guarnição da Polícia Militar (PM) das duas cidades entrou em diligência busca dos dois homens.

Segundo informações da PM, a dupla de assaltantes estava em uma motocicleta e perderam o controle quando avistaram a polícia. O homem que estava na garupa caiu e acabou sendo capturado pela polícia e identificado como Irlande Mendes da Silva, de 18 anos e natural da cidade de Itatuba. Ele já era conhecido pelas polícias Civil e Militar por diversos outros delitos.

Populares da cidade de Juarez Távora tentaram linchar o homem, que foi preso e encaminhado para a delegacia, onde todas as providências legais irão ser tomadas.

Da Redação
Por Blog do Márcio Rangel
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Fachin inocenta políticos do PP, mas amplia investigação contra Aguinaldo Ribeiro

,
Aguinaldo Ribeiro é ex-ministro das Cidades do governo Dilma. Foto: Agência Brasil

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), acolheu pedido feito no Inquérito (INQ) 3989, e determinou o arquivamento dos autos com relação a investigados contra os quais não foram obtidas provas suficientes da prática do crime de associação criminosa. Neste mesmo inquérito, no último dia 4 de setembro, o então procurador-geral Rodrigo Janot ofereceu denúncia contra parlamentares do Partido Progressista (PP) quanto ao mesmo delito. A decisão, no entanto, não exclui o líder do governo na Câmara dos Deputados, o paraibano Aguinaldo Ribeiro, na acusação de associação criminosa.

Pela decisão, no tocante ao crime em questão, foram arquivados os autos em relação a Jerônimo Pizzolotto Goergen, Gladson de Lima Cameli, Roberto Pereira de Britto, Dilceu José Sperafico, Luís Carlos Henze, Renato Delmar Molling, Lázaro Botelho Martins, José Olímpio Silveira Moraes, Roberto Egídio Balestra, Simão Sessim, Waldir Maranhão Cardoso, Mário Sílvio Negromonte Júnior, José Alfonso Ebert Hamm e João Felipe de Souza Leão.

O ministro lembrou, nesse ponto, que à exceção das hipóteses em que o procurador-geral da República formula pedido de arquivamento de inquérito sob o fundamento de atipicidade da conduta ou de extinção da punibilidade, é pacífico o entendimento do Supremo no sentido de ser obrigatório o deferimento do pleito, independente de análise das razões invocadas. Ao acolher o pedido, o ministro explicou que o arquivamento deferido com base na ausência de provas suficientes de prática delitiva não impede o prosseguimento das investigações caso surjam, futuramente, novas evidências, conforme prevê o artigo 18 do Código de Processo Penal.

Denúncia
Foram denunciados, nestes autos, pela suposta prática do delito de associação criminosa, previsto no artigo 2º (parágrafo 4º, incisos II, III e V) da Lei 12.850/2013, Aguinaldo Velloso Borges Ribeiro, Arthur César Pereira de Lira, Benedito de Lira, Ciro Nogueira Lima Filho, Eduardo Henrique da Fonte de Albuquerque Silva, Francisco Oswaldo Neves Dornelles, João Alberto Pizzolatti Junior, José Otávio Germano, Luiz Fernando Ramos Faria, Mário Silvio Mendes Negromonte, Nelson Meurer e Pedro Henry Neto. Quanto a este ponto, o ministro Fachin determinou que a defesa dos denunciados, no prazo comum de 15 dias, apresentem resposta à acusação, nos termos do artigo 4º Lei 8.038/1990.

Novo inquérito
Na mesma decisão, o ministro Fachin acolheu ainda o pedido feito pelo então procurador-geral para que fosse aberto novo inquérito para investigar parlamentares pelos delitos de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, por supostos repasses indevidos de recursos pelo grupo Queiroz Galvão a congressistas, por intermédio do Diretório Nacional do PP, em diversas datas de 2010. O inquérito recebeu o número 4631.
Neste caso, serão investigados Aguinaldo Velloso Borges Ribeiro, Arthur Cesar Pereira de Lira, Ciro Nogueira Lima Filho, Eduardo Henrique da Fonte de Albuquerque e Silva, Francisco Oswaldo Neves Dornelles, Waldir Maranhão Cardoso, Simão Sessim, Roberto Egídio Balestra, Jerônimo Pizzolotto Goergen e Luiz Fernando Ramos Faria e Mario Silvio Mendes Negromonte Junior.

Da Redação
Com informações do Supremo Tribunal Federal
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Homem atira em animal e é preso pela PM no município de Juarez Távora, na PB

,



Policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) apreenderam, nessa quinta-feira (12), no Sítio Riachão da Benta, zona rural de Juarez Távora, uma espingarda com a qual, segundo denúncias, um homem teria atirado em um animal. Os policiais realizavam rondas ostensivas quando foram informados do fato e, ao chegarem ao local, encontraram o acusado ainda portando a espingarda. Ele e a arma apreendida foram conduzidos até a delegacia.

Em Alagoinha, os policiais receberam uma denúncia através da linha direta de um homem que, com sinais visíveis de embriaguez, teria invadido a residência da sua mãe e quebrado vários objetos, levando-a a passar mal e ser socorrida. De imediato, a guarnição se deslocou até a residência e realizou a prisão em flagrante do acusado.

Da Redação
Com MaisPB
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Ação do MPPB requer regularização do abastecimento de água em Ingá e Itatuba

,


A Promotoria de Justiça de Ingá ingressou, na última terça-feira (10), com uma ação civil pública com pedido de liminar contra a Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) por causa dos problemas de abastecimento que vêm ocorrendo nos municípios de Ingá e Itatuba.

Ação pede que a Cagepa inicie, no prazo de 30 dias, as obras necessárias para o abastecimento regular nos dois municípios, cumprindo fielmente o calendário elaborado mensalmente, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

De acordo com a promotora de Justiça Cláudia Cabral Cavalcante, devido a uma drástica redução do volume de água do sistema integrado de Acauã e escassez de chuvas, os municípios de Ingá e Itatuba foram incluídos no rodízio de abastecimento juntamente com o município de Juarez Távora e o distrito de Zumbi.

Com o objetivo de conseguir uma resolução extrajudicial do problema, a promotoria realizou uma audiência e a Cagepa se comprometeu a realizar o cancelamento das faturas onde não houve consumo no município de Ingá, principalmente nos bairros altos, e em Itatuba.

Além disso, ratificou a obrigatoriedade de cumprir o calendário de abastecimento elaborado, para que a população não fosse prejudicada.

Outra audiência foi realizada posteriormente juntamente com o Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, em João Pessoa, na qual a companhia novamente se comprometeu a elaborar um plano de atuação para gerenciamento do calendário de abastecimento, assim como, de investir em maquinário para melhor captação e distribuição da água para os municípios afetados.

Ainda segundo a promotora, apesar de toda cobrança e acompanhamento por parte da Promotoria, muitas pessoas noticiaram o descaso da Cagepa, por não cumprir com o calendário de abastecimento, pela distribuição de água de péssima qualidade.

Além do mais, continuou cobrando pelo uso da água que sequer foi fornecida. Por isso, a ação pede para que a Cagepa cancele as faturas das residências que não estão sendo abastecidas nos municípios de Ingá e Itatuba, desde a celebração do acordo, com a devolução dos valores.

“Assim, considerando que a Cagepa não se limitou a cumprir fielmente os acordos firmados e não apresentou qualquer proposta para a solução de tantas problemáticas, não restou alternativa ao Ministério Público da Paraíba a não ser o manejo desta medida judicial”, diz a promotora.

A ação pede ainda que a Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), a quem compete a responsabilidade para a fiscalização da qualidade dos serviços prestados pela Cagepa, envie um técnico para acompanhar e fiscalizar as providências tomadas pela companhia.

Da Redação
Por MAIS PB
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

facebook

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

twitter

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Júlio Santos | Powered by MK Templates