Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

Esposa de RC causa polêmica em redes sociais ao criticar PT e sugerir voto para Aécio

,
A primeira dama do Estado, Pâmela Bório, costuma causar polêmica com as declarações políticas dadas através de redes sociais. Na noite dessa segunda (20), Pâmela foi protagonista de mais um episódio envolvendo o PT, a presidente Dilma Rousseff e o esposo, governador Ricardo Coutinho (PSB).

Mesmo após aliança de Coutinho com a presidente Dilma, a primeira dama não se furta a atacar os petistas em âmbito estadual, Lula e Rousseff, direcionando mensagem negativas a respeito da legenda. Agora, a jornalista publicou imagem, no Instagram, na qual diz que familiares e amigos de Chico Buarque foram beneficiados financeiramente pelo Governo Federal e este seria o motivo do apoio  do cantor à presidente.

Em seguida, os seguidores de Pâmela nas redes começaram a se manifestar a respeito  do posicionamento e questionar porque ela não convence “o maridão a não apoiá-la”. Outro seguidor questiona em quem a primeira dama irá votar para Governo do Estado.

As críticas da jornalista ao PT seguem nos comentários, Pâmela diz que a presidente vai mal nas pesquisas, fala sobre as prisões de integrantes do partido de Dilma e dispara: “Votei na Marina e continuo com afinidade de pensamento dela”, disse, dias depois de Marina Silva ter anunciado apoio a Aécio Neves.

Declarações de 1ª Dama em redes sociais volta a causar polêmica: sugere voto em Aécio e critica PT

Da Redação
Com Expresso PB
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Em grave crise financeira, UEPB volta a cobrar apoio do governo

,
Tentando solucionar a grave crise financeira a qual está passando, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) voltou a encaminhar nesta segunda-feira (21) ofício ao governador Ricardo Coutinho, candidato à reeleição pelo PSB, a fim de cobrar uma decisão do Governo do Estado que possa viabilizar efetivamente a continuidade das atividades da instituição.

Desde maio, relatórios e documentos elaborados pela Pró-Reitoria de Gestão Financeira estão sendo apresentados ao governo. No entanto, até agora, as decisões tomadas não asseguram a estabilidade da universidade.

Hoje, de acordo com o relatório, a UEPB não possui recursos suficientes para custear despesas básicas.

Custos com aquisição de material de consumo, por exemplo, internet, publicações no Diário Oficial do Estado, energia elétrica, água e esgoto, além de telefonia móvel e fixa, correspondências e vale transporte estão comprometidos.

A crise financeira vivida pela universidade também compromete despesas com salário família, encargos patronais, vale alimentação, diárias, combustível, manutenção da frota de veículos, bolsas estudantis, locação de vans e micro-ônibus, aquisição de passagens aéreas, entre outros.

Ainda conforme o relatório, a UEPB precisa de cerca de R$ 33 milhões para garantir a folha de pagamento dos meses de novembro, dezembro e décimo terceiro salário no prazo legal, bem como os seus respectivos encargos.

Autonomia

Desde o início da campanha, em debates, entrevistas e comícios, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador pela Coligação A Vontade do Povo, tem reiterado seu compromisso de devolver a autonomia plena à UEPB.

Foi durante o governo de Cássio, inclusive, que a instituição recebeu o mesmo status dos tribunais de Justiça e de Contas ou a Assembleia Legislativa: passou a receber os recursos financeiros com base no orçamento divididos em duodécimos, tendo por base a arrecadação.

O candidato tucano lamenta que com sua autonomia ferida, a UEPB esteja passando pela situação de crise em que se encontra.

“É preciso compreender a autonomia na sua completude. A universidade deve ser autônoma e ter respeitada sua liberdade acadêmica, científica e administrativa. Tenho convicção de que a autonomia não pode ser subjetiva, tem que ser plena e isso passa necessariamente por recursos. E foi por isso que nós tiramos a universidade da dependência, de uma verdadeira mendicância do governo estadual, triplicando o orçamento da UEPB”, comentou Cássio.

Da Redação
Com Assessoria
Continue lendo >> Deixe seu comentário

TVs Cabo Branco e Paraíba realizam debate com candidatos ao Governo

,
Confronto será nesta quinta-feira (23), às 21h30, após a novela Império

As TVs Cabo Branco e Paraíba realizam, nesta quinta-feira (23), o último debate envolvendo os dois candidatos ao Governo do Estado. Ricardo Coutinho (PSB) e Cássio Cunha Lima (PSDB) vão participar do confronto, que terá início logo após a novela Império, por volta das 21h30 (horário local). Assim como no primeiro turno, o encontro será mediado pelo jornalista da Rede Globo José Raimundo.

As regras foram previamente apresentadas para as equipes dos candidatos. O debate contará com três blocos, sendo um com tema livre, outro com tema determinado e o último voltado para considerações finais.

Ricardo e Cássio farão perguntas entre si. Eles terão 30 segundos para o questionamento, um minuto e meio para respostas, um minuto de réplica e mais um de tréplica.

O confronto também será transmitido em tempo real pelo portal G1 Paraíba e pela rádio CBN João Pessoa.

PROGRAMAÇÃO - Por conta do debate com os candidatos ao Governo, não haverá exibição do programa Amor & Sexo. Já o The Voice Brasil está mantido na grade. Ele será transmitido logo após o confronto político.

Da Redação
Com TV Cabo Branco
Continue lendo >> Deixe seu comentário

TSE pune Dilma e corta 4 minutos do tempo de inserções em guia eleitoral

,
O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral, decidiu nesta segunda-feira (20) cortar quatro minutos do tempo do próximo bloco de inserções de TV da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, por considerar que ela utilizou a última propaganda para "atacar" o candidato adversário, Aécio Neves do PSDB.

O tempo a ser deduzido será distribuído entre as próximas quatro inserções (propagandas curtas ao longo da programação das TVs) e, em todas elas, deverá ser transmitida a informação de que o corte ocorreu para punir uma infração da lei eleitoral cometida pela coligação da petista.

A propaganda de Dilma considerada ofensiva pelo ministro foi veiculada em quatro inserções no dia 18 de outubro. O vídeo mostrava trechos de um debate entre candidatos à Presidência e afirmava que Aécio teria “dificuldade em respeitar as mulheres”. Conforme a propaganda, o tucano teria faltado com o respeito" e sido "agressivo" com duas candidatas, entre elas a petista.

A liminar (decisão provisória) de Admar Gonzaga, que também suspende a propaganda, é motivada por uma mudança de entendimento do TSE. Na semana passada, o tribunal estabeleceu que o programa eleitoral em cadeia de rádio e TV deve ser utilizado para debater ideias e apresentar propostas.

“A forma como concebida a propaganda denota ofensa de caráter pessoal que, potencializada, pode ensejar, em tese, até mesmo a caracterização de crime”, disse o ministro ao determinar a dedução de 4 minutos nas próximas inserções de TV de Dilma.

No domingo (19), Admar Gonzaga suspendeu tempo de propaganda tanto da petista quanto do tucano. No caso de Dilma, ele decidiu reduzir 36 segundos no bloco da manhã (7h) e outros 36 no da tarde (12h) no próximo horário de rádio reservado à coligação da petista. A decisão foi motivada por uma propaganda que faz paródia com a música "Oh, Minas Gerais", trazendo a seguinte montagem: “Oh, Minas Gerais, oh, Minas Gerais, quem conhece Aécio não vota jamais".

Com as duas decisões, a presidente perdeu 5 minutos e 12 segundos de propaganda eleitoral gratuita. Com relação a Aécio Neves, o ministro do TSE mandou cortar 2 minutos e 30 segundos do próximo bloco de inserções televisivas da coligação do tucano. A redução será distribuída entre três inserções de TV, conforme a decisão do TSE.

De acordo com o ministro, as inserções veiculadas pela campanha de Aécio  no dia 18 de outubro atribuem a Dilma Rousseff a prática de "condutas ilícitas". A peça publicitária fala das denúncias de corrupção na Petrobras e questiona a conduta da presidente no episódio.

Da Redação
Com G1
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Aécio tem 53,2% contra 46,8% de Dilma, mostra pesquisa do instituto Veritá

,
Pesquisas divergem entre institutos e corrida presidencial fica cada vez mais acirrada 

Pesquisa mais recente do Instituto Veritá mostra o candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) com 53,2% das intenções de voto, quase sete pontos percentuais à frente de Dilma Rousseff (PT), que alcançou 46,8% das preferências. Considerados os votos totais (considerados votos brancos, nulos e indecisos), a contagem é de 47% para o tucano e 41,4% para a petista.

Do total de entrevistados, 7,8% se declararam indecisos e 3,7% escolheram voto em branco ou nulo. Já os eleitores que disseram rejeitar voto em Aécio chegaram a 39,1%, enquanto Dilma tem 46,1% da rejeição do eleitorado.

Os números do Veritá contrastam com a terceira pesquisa Datafolha deste segundo turno, divulgada ontem (segunda, 21), em que há diferença de quatro pontos percentuais em favor de Dilma. Contratado pela Rede Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo, o levantamento mostra a presidenta com 52% dos votos válidos, enquanto Aécio alcançou 48%.

A margem de erro definida pelo instituto Veritá é de 1,4 ponto percentual, para mais ou para menos – faixa que descarta e empate técnico. Contratado pelo jornal Hoje em Dia, ligado ao sistema Record de comunicações, o levantamento ouviu 7.700 eleitores de 213 municípios de todas as unidades da Federação, entre 17 e 18 de outubro.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Esse percentual quer dizer que, se o levantamento for reaplicado por 100 vezes consecutivas, em 95 ocasiões os resultados ficariam dentro da margem de erro de 2%, para cima ou para baixo. O levantamento pode ser conferido no Tribunal Superior Eleitoral, onde está registrado sob o protocolo BR-01144/2014.

Da Redação
Com Isto é
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Cerca de 70% das urnas eletrônicas do 2º turno na PB estão prontas

,
Aproximadamente 70% das urnas eletrônicas que serão usadas no segundo turno na Paraíba já foram preparadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). Cerca de 7.900 das 11.317 urnas eletrônicas foram lacradas pelo TRE. Desse total, 9.523 urnas vão ser instaladas e 1.794 são da reserva de contingência.

A carga e o lacre estão sendo realizados em audiências nos cinco Núcleos de Apoio Técnico da Urna Eletrônica (NATUs), localizados em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Pombal e Cajazeiras. O chefe da Seção do Voto Informatizado (Sevin), Lúcio Guimarães, informou que os trabalhos vão ser concluídos na quarta-feira (22). “Em caso de alguma urna instalada na seção eleitoral apresentar problema, será imediatamente substituída por outra da reserva de contingência”, explicou Lúcio.

Participam das audiências juízes e promotores eleitorais e representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Na oportunidade, são inseridos os dados de candidatos e eleitores e, após essa atividade, as urnas são lacradas e programadas para funcionar apenas no dia 26 de outubro, data em que ocorrerá o segundo turno.

“A ação visa garantir a segurança e a credibilidade do sistema utilizado no pleito”, explicou o coordenador do NATU de Campina Grande, Jeremias Lacerda, que coordena os trabalhos de 90 municípios do Compartimento da Borborema.

Após a preparação, as urnas eletrônicas vão ser transportados para os 77 cartórios eleitorais da Paraíba. A secretária de Tecnologia da Informação do TRE-PB, Patrícia Lemos, disse que o transporte começa na quinta-feira (23) e até o sábad (25) haverá a instalação nas seções eleitorais.

Apesar da legislação eleitoral garantir que representantes dos partidos políticos e coligações podem acompanhar a preparação das urnas, os seus representantes não fiscalizam o trabalho. A revelação foi feita pela diretora-geral do TRE, Alexandra Cordeiro.

Na semana passada, o TER-PB recebeu as 200 urnas novas que serão utilizadas no segundo turno das eleições para governador e presidente da República, que acontecerão no dia 26 de outubro. Este foi o primeiro lote de um total de 300 urnas que o Tribunal Superior Eleitoral enviará para substituir as urnas quebradas no primeiro turno. As urnas chegaram na última quarta-feira (15).

As urnas serão testadas e preparadas como unidades de contingência, pois por determinação legal as urnas utilizadas no segundo turno devem ser as mesmas usadas no primeiro. Somente em caso de quebra elas podem ser trocadas. A preparação de todas as urnas, inclusive as que vêm do TSE,  segue até o dia 22 nos cinco NATUs (Núcleos de Apoio Técnico às Urnas Eletrônicas), que ficam em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Pombal e Cajazeiras.

Da Redação
Com PB Agora
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Benjamim Maranhão agradece votos recebidos pelo eleitorado de Juarez Távora-PB

,
Eleito para exercer o seu terceiro mandato como deputado federal, o ararunense Benjamin Maranhão agradeceu na tarde desta terça-feira (21) os 1.473 votos que recebeu do eleitorado em Juarez Távora no pleito deste ano e aproveitou para ratificar o compromisso com o candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao governo do estado da Paraíba.

Ao lado dos membros de oposição do município de Juarez Távora, o candidato eleito Benjamim Maranhão agradeceu publicamente por meio da rádio comunitária da cidade, o apoio recebido pelo grupo politico de Wilson Evangelista, filho do ex-prefeito Zé Belo e das demais pessoas que fizeram parte da campanha do candidato por toda Paraíba.

Benjamim Maranhão foi o 2° deputado federal mais votado no município de Juarez Távora, obtendo a votação de 1.473 (32,23%) votos, ficando atrás do candidato apoiado pela Prefeita Ana de Nal, Aguinaldo Ribeiro que obteve 2.011 (44%) votos. Clique aqui e veja o resultado das eleições em Juarez Távora.

Benjamim Maranhão ficou em 12° lugar, com a última vaga do estado para ocupar a Câmara Federal, ao todo o deputado obteve 63.433 votos em todo o estado, no qual Juarez Távora contribuiu com 2,32% dos votos.

Ouça o áudio


Da Redação
Por Juarez em Foco
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Mikeias | Powered by MK Templates