Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

Prefeita de Juarez Távora encaminha projeto de lei do piso salarial dos professores

,
A Prefeita Maria Ana encaminha Projeto de Lei sobre novo piso do magistério. (Foto: Reprodução)

A Prefeita Municipal de Juarez Távora, Maria Ana Farias dos Santos encaminhou a Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que concede o reajuste do piso nacional do magistério aos professores efetivos da rede municipal de ensino. O novo piso que passa a vigorar com efeito retroativo a partir de janeiro do corrente ano é de R$ 1.724,10 (mil, setecentos e vinte e quatro reais e dez centavos), refente a carga horária de 30h.

O Projeto de Lei encaminhado ao Poder Legislativo prevê ainda que, quando da concessão da revisão anual aos demais servidores municipais conforme determina o Art. 37 da Constituição Federal, os professores ainda receberão de acordo com a sua classe um aumento de um percentual de 15%.

Esta é mais uma justa medida adotada pela Prefeita Municipal, Ana Maria Farias dos Santos prevista no Plano de Governo no tocante a valorização profissional.

Abaixo a tabela em ANEXO do Projeto de Lei


CLASSE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
A1 1.724,10 1.775,82 1.829,10 1.883,97 1.940,49 1.998,70 2.058,67 2.120,43 2.184,04 2.249,56
A2 1.982,72 2.042,20 2.103,46 2.166,57 2.231,56 2.298,51 2.367,47 2.438,49 2.511,64 2.586,99
A3 2.280,12 2.348,53 2.418,98 2.491,55 2.566,30 2.643,29 2.722,59 2.804,26 2.888,39 2.975,04
A4 2.622,14 2.700,80 2.781,83 2.865,28 2.951,24 3.039,78 3.130,97 3.224,90 3.321,65 3.421,30
A5 3.015,46 3.105,93 3.199,10 3.295,08 3.393,93 3.495,75 3.600,62 3.708,64 3.819,90 3.934,49
CLASSE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
B1 1.982,72 2.042,20 2.103,46 2.166,57 2.231,56 2.298,51 2.367,47 2.438,49 2.511,64 2.586,99
B2 2.280,12 2.348,53 2.418,98 2.491,55 2.566,30 2.643,29 2.722,59 2.804,26 2.888,39 2.975,04
B3 2.622,14 2.700,80 2.781,83 2.865,28 2.951,24 3.039,78 3.130,97 3.224,90 3.321,65 3.421,30
B4 3.015,46 3.105,93 3.199,10 3.295,08 3.393,93 3.495,75 3.600,62 3.708,64 3.819,90 3.934,49
CLASSE 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
C1 1.982,72 2.042,20 2.103,46 2.166,57 2.231,56 2.298,51 2.367,47 2.438,49 2.511,64 2.586,99
C2 2.280,12 2.348,53 2.418,98 2.491,55 2.566,30 2.643,29 2.722,59 2.804,26 2.888,39 2.975,04
C3 2.622,14 2.700,80 2.781,83 2.865,28 2.951,24 3.039,78 3.130,97 3.224,90 3.321,65 3.421,30
C4 3.015,46 3.105,93 3.199,10 3.295,08 3.393,93 3.495,75 3.600,62 3.708,64 3.819,90 3.934,49

Da Redação
Via PMJT
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Loja Anacleto Construções realiza sorteio da promoção do Festival de Prêmios

,
Neto e Lúcia proprietários da Loja Anacleto Construções no Festival de Prêmios. (Foto: Isabel/Juarez em Foco)

A loja Anacleto Construções realizou neste último sábado-feira (28) de janeiro, o grande sorteio da promoção do Festival de Prêmios, os clientes ainda participaram de um completo café da manhã e concorrem a quartoze super prêmios. 

Os empresários Neto e Lúcia agradeceram aos clientes que participaram de mais um ano do Festival de Prêmios e a todos os colaboradores, clientes, fornecedores e funcionários da Anacleto Construções, que está desde 1982 vem ajudando a construir e reformar.

Confira a lista dos ganhadores da promoção fim de ano premiado da Anacleto Construções:

PRÊMIOS PRINCIPAIS

01 JOSEFA MARIA DA SILVA - 01 KIT BANHEIRO INOX
02 ZELIA FEITOSA - 01 VENTILADOR
03 ELIAS DIAS RIBEIRO - 01 KIT BANHEIRO INOX 
04 JOCILDO MARQUES PONTES - 01 CARRO DE MÃO 50L
05 MARIA DA PENHA F. DE SOUZA - 01 FURADEIRA
06 LUCAS DA SILVA ANACLETO - 01 CARRO DE MÃO 50L
07 GILVAN MATIAS DA SILVA - 01 CAIXA D’ÁGUA 500L
08 ROSIVALDO PAULINO DA SILVA - 01 VALE COMPRAS R$ 300,00
09 JOSEFA DA SILVA SOUZA - 01 FOGÃO 4 BOCAS
10 ALISSON DIOGO - 01 BICICLETA

PRÊMIOS EXTRAS

01 ROBSON VINICIUS ANACLETO - 01 FERRO DE PASSAR
02 JOSE MARCIO CABRAL PINHEIRO - 01 SANDUICHEIRA
03 CLAUDIANA DANTAS CALIXTO - 01 LIQUIDIFICADOR
04 MICHELE BARBOSA DA SILVA - 01 KIT BANHEIRO INOX

Mensagem

“Queremos aproveitar o momento para desejar um ano novo cheio de coisas boas aos nossos amigos clientes, que 2017 traga muitas alegrias e realizações a cada um desses”.

Neto e Lúcia, em nome de toda equipe da Anacleto Construções.

ANACLETO CONSTRUÇÕES FESTIVAL DE PRÊMIOS 2017

Da Redação 
Por Mída/Juarez em Foco
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Motorista perde controle e caminhão cai em ribanceira nas proximidades de Juarez Távora, na PB

,
Caminhão cai em ribanceira na PB 079, nas proximidades de Juarez Távora. (Foto: Reprodução)

Um caminhão caiu numa ribanceira na rodovia PB 079 nas proximidades do município de Juarez Távora, na tarde desta última sexta-feira (27). 

De acordo com informações da Polícia Militar, o motorista perdeu o controle do veículo, a pista estava molhada no momento do acidente.

Consciente e com ferimentos leves, o motorista foi encaminhado para o posto de saúde para atendimento. 

Da Redação
Com Informações do Blog do Rildo
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Estudo indica chuvas abaixo da média e PB corre risco de crise hídrica a partir de novembro

,
Com chuvas abaixo da média, mananciais não conseguirão ser reabastecidos. (Foto: Reprodução)

Um estudo elaborado pelo Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal (GTPCS), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) indica que a região semiárida da Paraíba terá chuvas abaixo da média história nos meses de fevereiro, março e abril deste ano, período em que ocorrem mais precipitações na região.

Com as chuvas abaixo da média, o estudo prevê que os mananciais não conseguirão ser reabastecidos significativamente e a região corre “acentuado risco” de esgotamento da água armazenada em represas e açudes entre novembro deste ano e janeiro de 2018. Além da Paraíba também correm risco de esgotamento de água a região semiárida do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

“A previsão climática sazonal por consenso para o trimestre fevereiro, março e abril de 2017 indica para o norte da Região Nordeste, a maioria dos indicadores climáticos globais e dos modelos continua apontando maior probabilidade das chuvas se situarem na categoria abaixo da faixa normal climatológica, com distribuição de probabilidade: 25%, 35% e 40%”, aponta o estudo.

Com a falta de chuvas, o esvaziamento de água já chega a 73 reservatórios na Paraíba, colocando o estado em primeiro lugar no ranking de estados nordestinos com o maior número de municípios que decretaram calamidade pública. Já são 197 no total.

De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), já são 73 reservatórios em situação crítica (menor que 5% do seu volume total), 28 em observação (menor que 20% do seu volume total) e 26 reservatórios com capacidade armazenada superior a 20% do total. O açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) que abastece Campina Grande e mais 18 municípios conta com pouco mais de 4% da sua capacidade.

Transposição traz esperança

Nesta segunda-feira (30) o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, volta à Paraíba para inspecionar obras do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco, na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano. O ministro já deu como prazo até o final de fevereiro para as águas da transposição chegarem ao município. Para o abastecimento do açude de Boqueirão a previsão é que as águas do Rio São Francisco cheguem até meados de abril.

Já para o Sertão da Paraíba os prazos são mais elásticos e esgotamento de água nos mananciais pode acontecer antes da conclusão das obras na região. Segundo o ministro, as obras do Eixo Norte só devem ser retomadas em abril e a previsão para que a água do Velho Chico chegue as cidades sertanejas é de janeiro de 2018.

Da Redação
Com Blog do Gordinho
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Cagepa não cumpri cronograma de racionamento; Acauã chega a 7,2% de sua capacidade

,
Com a seca prolongada, nível de água da Barragem de Acauã chega a 7,2% . (Foto: Reprodução) 

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba – Cagepa – informou por meio de sua assessoria que por problemas técnicos não foi possível seguir o cronograma do racionamento que ocasionou a falta de água, nas cidades de Itatuba, Ingá, Juarez Távora e distrito de Zumbi, abastecidos pela barragem de Acauã.

De acordo com comunicado divulgado com a imprensa, a interrupção do abastecimento se deu por causa de serviços que precisaram ser executados no sistema adutor para melhorar a distribuição de água nos municípios. Segundo a Companhia, o retorno do abastecimento de Agua está previsto para acorrer amanhã (22).

Com a seca prolongada o nível de água da Barragem de Acauã baixou consideravelmente, alçando o nível de 7,2% de sua capacidade, conforme dados divulgado pela AESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba. Para minimizar os problemas a Cagepa construiu um canal para que equipamento de bomba pudessem captar água de outro reservatório, no entanto, no encontro do canal com o reservatório surgiu uma parte de material rochoso, na qual as máquinas não conseguiram eliminar.

Para contornar os problemas de bombeamento, foi instalada uma outra bomba no reservatório para enviar água para o canal ultrapassando a parte rochosa. Acontece que mesmo com o racionamento as bombas dos reservatórios não conseguem suprir a demanda de água necessária para fornecer aos usuários das cidade que recebem água da barragem.

Dados da AESA revela a situação crítica do volume de água da Barragem de Acauã

Variação do Volume no Mês de Janeiro de 2017 - Fonte AESA
Variação do Volume nos Últimos Meses - Fonte AESA
Variação do Volume nos Últimos Anos - Fonte AESA

Da Redação
Com AESA
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Eleitores de Juarez Távora realizarão cadastramento biométrico até março de 2018

,
Estima-se que o número de atendimentos atinja mais de um milhão de eleitores. (Foto: Ilustrativa)

Todos os municípios paraibanos deverão utilizar biometria nas eleições de 2018. A quinta e última etapa do cadastramento biométrico de eleitores abrangerá 102 municípios. O assunto foi tratado em reunião no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, nesta segunda-feira (16).

A presidente do TER-PB, desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, acompanhada do vice-presidente e Corregedor, desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, reuniu representantes dos setores que estarão diretamente envolvidos no processo de cadastramento biométrico previsto no Provimento nº16-CGE, de 06 de Dezembro de 2016 do Tribunal Superior Eleitoral, que torna pública a relação de localidades a serem submetidas à revisão de eleitorado com coleta de dados biométricos, pertinentes ao Programa de Identificação Biométrica 2017-2018.

A reunião contou com a apresentação do secretário de Tecnologia da Informação, George Bezerra Cavalcanti Leite, que expôs as principais demandas para a execução da biometria, prezando o menor custo por eleitor na fase do recadastramento biométrico.

Na reunião, foram enfatizados como principais fatores para o sucesso do cadastramento de eleitores com coleta de dados biométricos os equipamentos, recursos humanos e divulgação. Na Paraíba, já passaram pelo cadastramento biométrico 121 municípios, envolvendo 41 Zonas Eleitorais do Estado.

Estima-se que o número de atendimentos atinja mais de um milhão de eleitores, num aparato que deve envolver aproximadamente 500 pessoas diretamente, utilizando-se 274 kits biométricos.

Os municípios abrangidos na última etapa do cadastramento são: Água Branca, Alagoa Grande, Alagoinha, Alhandra, Arara, Araruna, Areia, Aroeiras, Baía Da Traição, Baraúna, Barra De Santa Rosa, Belém, Belém Do Brejo Do Cruz, Bernardino Batista, Bom Jesus, Bom Sucesso, Bonito De Santa Fé, Brejo Do Cruz, Brejo Dos Santos, Caaporã, Cachoeira Dos Índios, Cacimba De Dentro, Cajazeiras, Caldas Brandão, Carrapateira, Casserengue, Catolé Do Rocha, Conceição, Condado, Conde, Coremas, Cruz Do Espírito Santo, Cuité, Damião, Duas Estradas, Fagundes, Frei Martinho, Gado Bravo, Gurinhém, Ibiara, Ingá, Itabaiana, Itatuba, Jericó, Joca Claudino, Juarez Távora, Juripiranga, Juru, Malta, Manaíra, Marcação, Mari, Mato Grosso, Mogeiro, Monte Horebe, Mulungu, Natuba, Nova Floresta, Nova Palmeira, Ouro Velho, Pedra Lavrada, Picuí, Pilar, Pirpirituba, Pitimbu, Pocinhos, Poço Dantas, Poço De José De Moura, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Queimadas, Riachão, Riachão Do Bacamarte, Riachão Do Poço, Riacho Dos Cavalos, Rio Tinto, Salgado De São Félix, Santa Cecília, Santa Helena, Santa Inês, Santana De Mangueira, São Bento, São João Do Rio Do Peixe, São José De Piranhas, São José De Princesa, São José Do Brejo Do Cruz, São José Dos Ramos, São Miguel De Taipu, Sapé, Serra Redonda, Serraria, Sertãozinho, Sobrado, Solânea, Sossêgo, Tacima, Tavares, Triunfo, Uiraúna, Umbuzeiro e Vista Serrana, no período de 2017 a 2018, envolvendo as seguintes Zonas Eleitorais: 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 8ª, 9ª, 11ª, 12ª, 18ª, 20ª, 24ª, 25ª, 34ª, 36ª, 37ª, 38ª, 39ª 40ª, 41ª, 42ª, 46ª, 47ª, 48ª, 49ª, 50ª, 51ª, 52ª, 53ª, 54ª, 55ª, 59ª, 68ª, 69ª, 73ª, 74ª e 75ª, com prazo previsto para conclusão em março de 2018.

Da Redação
Com TRE
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Pesquisa revela que 45% dos municípios paraibanos não pagam piso nacional aos professores

,
Reajuste salarial para docentes com formação de nível médio será de 7,64% para 40 horas semanais; 

De acordo com o mesmo levantamento, apenas 150 dos 223 municípios da PB possuem plano de carreira... Um levantamento feito pelo Ministério da Educação mostra que apenas 55,2% dos municípios paraibanos cumprem o valor do piso nacional estabelecido para os professores. De acordo com o mesmo levantamento, apenas 150 dos 223 municípios da Paraíba possuem plano de carreira e somente 153 municípios cumprem a jornada estabelecida por lei. Na última quinta-feira (12), foi anunciado o reajuste de 7,64% do piso salarial dos professores, que passou de R$ 2.135,64 para R$ 2.298,80.

De acordo com presidente da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Tota Guedes, caso o governo federal não passe a arcar com uma porcentagem maior do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), os municípios ficarão em uma situação "complicada". A tendência, portanto, seria de que aumentasse o número de municípios que não cumprem a lei. Atualmente, o governo federal repassa 10% do Fundeb para estados e municípios, desde que eles justifiquem sua necessidade e incapacidade de pagamento.

"Hoje, a maioria dos municípios já usa o dinheiro do Fundeb apenas para pagar os professores, enquanto que uma parte do valor deveria ser utilizado para o investimento na manutenção e desenvolvimento da educação básica pública. Muitas vezes, mesmo assim, eles ficam sem condições de pagar o piso aos professores e, se pagam, tiram de outras receitas, prejudicando de uma forma geral a economia do município", comenta o presidente da Famup.

O mesmo comentário foi feito pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues. "O Ministério deveria refletir sobre a liberação de algum recurso a mais para que os prefeitos do país possam fazer jus ao cumprimento desse índice, se não a carga fica todinha nos municípios, ou então permita que os municípios definam o valor", ponderou. Segundo ele, ainda, será feito um estudo para que seja avaliada a possibilidade de dar ou não o aumento. Já o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, disse que irá realizar uma avaliação sobre o reajuste.

Da Redação
Com Jornal da Paraíba 
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

facebook

contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

twitter

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Júlio Santos | Powered by MK Templates