Receba Grátis Tudo pelo seu e-mail

Veículos escolares de Juarez Távora e de outros municípios passaram por vistoria

,
O transporte escolar de 51 municípios paraibanos serão vistoriados a partir deste final de semana. A fiscalização faz parte do programa desenvolvido pelo Ministério Público da Paraíba e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB). Duas equipes serão responsáveis pela vistoria.

Neste sábado (22), a equipe 1 fiscaliza, na 7ª Ciretran, em Monteiro, às 7h, os transportes das prefeituras de Monteiro, São João do Tigre, Ouro Velho, Prata, Zabelê, Camalaú e São Sebastião de Umbuzeiro. Já no domingo (23), às 7h, na 8ª Ciretran, em Sapé, serão vistoriados os veículos de Sapé, Gurinhém, Caldas Brandão, Riachão do Poço, Sobrado e Cruz do Espírito Santo.

Já no dia 29, essa mesma equipe fiscaliza, na 12ª Ciretran, em Sousa, às 7h, o transporte escolar de Sousa, Aparecida, Lastro, Nazarezinho, Santa Cruz, São Francisco, São José de Lagoa Tapada, Vieirópolis e Marizópolis. No dia 30, será a vez dos veículos de Jacaraú, Lagoa de Dentro, Pedro Régis e Curral de Cima, a partir das 7h, no posto de trânsito de Jacaraú;

Equipe 2

Já a equipe 2 vistoria, neste sábado, às 7h, na 16ª Ciretran, em Princesa Isabel, o transporte escolar Princesa Isabel, São José de Princesa, Manaíra, Tavares, Juru, Água Branca e Imaculada. No domingo (23), na 5ª Ciretran, em Areia, a equipe vai fiscalizar os veículos das prefeituras de Areia, Alagoa Grande, Juarez Távora, Matinhas e Alagoa Nova.

No dia 29 de agosto, a equipe vistoria os transporte escolar de Soledade, Olivedos, Cubati, São Vicente do Seridó, Sossego, Juazeirinho, Santo André e Tenório, no posto de trânsito de Soledade, a partir das 7h. No dia 30, ocorre a fiscalização na 2ª Ciretran, em Guarabira, com os veículos de Alagoinha, Mulungu, Guarabira, Piõezinhos e Cuitegi.

Da Redação
Com Expresso PB
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Câmara Federal aprova redução da maioridade penal para 16 anos

,
O Plenário aprovou, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição 171/93, que diminui a maioridade penal de 18 para 16 anos. A proposta obteve 320 votos a favor e 152 contra. A matéria agora será enviada ao Senado.

De acordo com o texto aprovado, a maioridade será reduzida nos casos de crimes hediondos – como estupro e latrocínio – e também para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

Em julho, o texto foi aprovado com o voto de 323 deputados na forma de uma emenda apresentada pelos deputados Rogério Rosso (PSD-DF) e André Moura (PSC-SE). Houve 155 votos contra.

A PEC excluiu da proposta inicialmente rejeitada pelo Plenário na mesma semana os crimes de tráfico de drogas, tortura, terrorismo, lesão corporal grave e roubo qualificado entre aqueles que justificariam a redução da maioridade.

Pela emenda aprovada, os jovens de 16 e 17 anos deverão cumprir a pena em estabelecimento separado dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e dos maiores de 18 anos.

Da Redação
Com Portais
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Governo volta atrás e adiantamento do 13º salário a aposentados será mantido

,

Sob pressão política, o governo Dilma decidiu manter o adiantamento de metade do 13° salário aos aposentados e pensionistas, pagamento que havia sido suspenso pelo Ministério da Fazenda sob o argumento de falta de fluxo de caixa para bancar a despesa.


A data e a forma como se dará o adiantamento serão definidas nesta quarta-feira (19) em reunião da presidente com sua equipe econômica. A Fazenda não incluiu na folha de pagamento de agosto, que é paga entre o final deste mês e o início de setembro, o adiantamento de metade do 13º.

Diante da falta de recursos em caixa, a equipe de Joaquim Levy argumentou que a antecipação não é obrigatória e postergou o gasto para dezembro. A lei prevê o pagamento no último mês do ano, mas há nove anos o governo federal vinha permitindo o repasse de metade do valor na folha de agosto.

O pagamento de metade do 13º salário da folha da Previdência representa um gasto de R$ 15,8 bilhões, que terá de ser feito de qualquer forma neste ano. Portanto o impacto fiscal, no ano, é o mesmo, independentemente da data de pagamento.

Da Redação
Com Folha
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Sessenta municípios paraibanos são acionadas pelo MPFPB e MPPB

,
O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB) e o Ministério Público Estadual enviaram recomendações a prefeitos e secretários de Saúde de 60 municípios paraibanos, para que tomem providências acerca do atendimento de alta e média complexidade nos procedimentos de obstetrícia, levando em consideração levantamento feito pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB). 

Segundo o levantamento, os Municípios não cumpriram o cronograma físico e financeiro para atendimentos hospitalares na especialidade, no ano de 2014, bem como não remanejaram a verba recebida para os Municípios executores, ou seja, que realizaram os atendimentos em seus lugares. Os Municípios têm prazo de 30 dias, contados a partir do recebimento do documento, para informarem as medidas adotadas. 

Segundo o MP, os Municípios de Alagoa Grande, Alhandra, Mari, Cacimba de Dentro, Dona Inês, Duas Estradas, Lagoa Seca, Cubati, Frei Martinho, Nova Floresta, Teixeira, Igaracy, Nova Olinda, Bom Sucesso, Jericó, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Lastro, Santa Cruz, São José da Lagoa Tapada, Sousa, Tavares, Gurinhém, Ingá, Natuba e Rio Tinto receberam verbas do Ministério da Saúde e nada fizeram em atendimentos obstétricos. 

Já Bayeux, Caaporã, Sapé, Araruna, Bananeiras, Belém, Alagoa Nova, Arara, Areia, Cuité, Pedra Lavrada, Seridó, Serra Branca, São Mamede, Coremas, Itaporanga, Conceição, Piancó, São José de Caiana, Brejo do Cruz, São Bento, Bonito de Santa Fé, Uiraúna, Água Branca, Juru, Pedras de Fogo, Pilar, Pombal, Mamanguape, Boqueirão, Juazeirinho, Massaranduba, Pocinhos e Soledade investiram menos de 60% dos recursos oriundos do Ministério da Saúde, para atendimentos em obstetrícia. 
Caso os Municípios em questão não disponham de estrutura hospitalar para cumprir as recomendações, o MPF requer que providenciem, também no prazo de 30 dias, o remanejamento das verbas recebidas aos Municípios executores. 

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-PB) e a Comissão Intergestores Bipartite (CIB-PB) também receberam as recomendações, para efeito de acompanhamento. 

Da Redação 
Com Assessoria
Continue lendo >> Deixe seu comentário

PB tem 60 cidades que recebem recursos, mas não atendem em obstetrícia, diz MPF

,
O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB) e o Ministério Público Estadual enviaram recomendações a prefeitos e secretários de Saúde de 60 municípios paraibanos, para que tomem providências acerca do atendimento de alta e média complexidade nos procedimentos de obstetrícia, levando em consideração levantamento feito pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB). 

Segundo o levantamento, os Municípios não cumpriram o cronograma físico e financeiro para atendimentos hospitalares na especialidade, no ano de 2014, bem como não remanejaram a verba recebida para os Municípios executores, ou seja, que realizaram os atendimentos em seus lugares. Os Municípios têm prazo de 30 dias, contados a partir do recebimento do documento, para informarem as medidas adotadas. 

Segundo o MP, os Municípios de Alhandra, Mari, Cacimba de Dentro, Dona Inês, Duas Estradas, Alagoa Grande, Lagoa Seca, Cubati, Frei Martinho, Nova Floresta, Teixeira, Igaracy, Nova Olinda, Bom Sucesso, Jericó, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Lastro, Santa Cruz, São José da Lagoa Tapada, Sousa, Tavares, Gurinhém, Ingá, Natuba e Rio Tinto receberam verbas do Ministério da Saúde e nada fizeram em atendimentos obstétricos. 

Já Bayeux, Caaporã, Sapé, Araruna, Bananeiras, Belém, Alagoa Nova, Arara, Areia, Cuité, Pedra Lavrada, Seridó, Serra Branca, São Mamede, Coremas, Itaporanga, Conceição, Piancó, São José de Caiana, Brejo do Cruz, São Bento, Bonito de Santa Fé, Uiraúna, Água Branca, Juru, Pedras de Fogo, Pilar, Pombal, Mamanguape, Boqueirão, Juazeirinho, Massaranduba, Pocinhos e Soledade investiram menos de 60% dos recursos oriundos do Ministério da Saúde, para atendimentos em obstetrícia. 

Caso os Municípios em questão não disponham de estrutura hospitalar para cumprir as recomendações, o MPF requer que providenciem, também no prazo de 30 dias, o remanejamento das verbas recebidas aos Municípios executores. 

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-PB) e a Comissão Intergestores Bipartite (CIB-PB) também receberam as recomendações, para efeito de acompanhamento. 

Da Redação
Com Portal Correio
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Criança de 6 anos cai do 2ª andar e sobrevive no município de Ingá, na PB

,
No final da manhã desta terça-feira uma garota de 6 anos de idade, que provavelmente se encontrava brincando na área de serviço de sua casa que fica no 2º andar, de aproximadamente 10 metros de altura, caiu no quintal da vizinha.

Segundo populares e pessoas que trabalhavam nas proximidades no momento do acidente, a queda livre da criança foi amortecida pelo telhado de amianto da área de serviço da casa vizinha, que quebrou e despencou junto com a menina caindo ao solo próximo a umas placas de vidro. Depois da queda a garota ainda conseguiu se levantar sozinha. Mancando e muito assustada, foi socorrida pela vizinha e entregue a mãe, Sra. Sâmara, que estava em casa e se encontra recuperando de uma cirurgia. O susto foi grande, mas a garota passa bem. O SAMU foi acionado pelo Conselho Tutelar que fica ao lado para prestar socorro. No momento do acidente, o pai, Sr. Alberto não estava em casa, porém veio imediatamente assim que foi contactado.

Local de onde a criança caiu - (Foto: Reprodução Ingá Cidadão)

O casal é inquilino do andar superior da residência da professora Iraci Oliveira, localizado na rua principal da cidade, rua João Pessoa, centro. Embora o local de onde a criança caiu tenha parapeito, não há grades ou tela de proteção. Supõe-se que a mesma tenha subido no parapeito e se desequilibrado, ou mesmo, imaginando que o telhado vizinho fosse forte o suficiente para suportar seu peso tenha pulado, uma vez que não seria tão alto. Por milagre não ocorreu algo pior.

Da Redação
Com Ingá Cidadão
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Bandidos roubam carro e são presos após ficarem atolados no Agreste da PB

,
Uma dupla, suspeita de roubar um carro na cidade de Pocinhos, no Agreste da Paraíba, foi presa na noite de segunda-feira (17) após ficar atolada em uma estrada de barro que liga o município onde roubaram um carro até a cidade de Montadas. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos estavam fugindo após o assalto e ficaram atolados quando seguiam em um outro veículo.

Os dois homens teriam feito duas pessoas reféns durante um assalto a um carro Fiat Uno na cidade de Pocinhos. As vítimas, que eram pai e filha e seguiam no veículo, foram abandonadas no meio da estrada sem ferimentos. Os assaltantes foram localizados durante buscas na cidade de Remígio, também no Agreste. A polícia avistou um carro atolado com três homens dentro, entre eles um adolescente, e realizaram a abordagem.

Foram encontradas no veículo a chave de um Fiat Uno, roubado em Pocinhos, e uma arma de airsoft. Após serem questionados pelos policiais, os dois homens confessaram o crime e disseram onde o Fiat Uno estava. Os dois homens foram presos e levados para a Delegacia da cidade de Esperança. O adolescente foi liberado por não ter participado do crime.

Da Redação
Com G1 Paraíba
Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

twitter

Juarez em Foco Copyright © 2012 | Template desenvolvido por Mikeias | Powered by MK Templates